A proposta tem o objetivo de estimular a participação da população em ações sociais, culturais, ambientais e assistenciais, e entre outras

Fotos: Rogério opes.

Ser voluntário é um ato de entrega, amor e empatia, qualquer seja a área. E para aumentar o engajamento da população do Distrito Federal "em ações transformadoras da sociedade", que o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos) apresentou a Lei n.º 6.857 de 2021 que cria a Política Distrital de Incentivo ao Voluntariado.

A proposta que tem como objetivo estimular a participação cidadã em ações sociais, culturais, ambientais e assistenciais, entre outras, realizadas por parcerias entre o governo, organizações civis e o setor privado. Segundo Delmasso, a ideia é que haja uma "complementaridade", que é o princípio que rege o texto e, por esse motivo, "não exclui as obrigações do Estado".

O parlamentar reforçou que a Lei aumentará o engajamento da população em ações de voluntariado. As diretrizes da Política são mobilizações, divulgação e desenvolvimento de atividades voluntárias; integração da base de dados sobre voluntariado; visibilidade dos projetos; além de fomentar estudos e pesquisas na área.

Amanda Maciel de 21 anos conta de sua experiência como voluntária em um projeto social. "Sou voluntária no Laços da Alegria desde 2018, e dentre uma das funções que exerço e já exerci lá, uma estava diretamente relacionada com o curso que faço, Publicidade e Propaganda, pois no projeto fui por 1 ano a coordenadora da área de comunicação do projeto, então essa é uma experiência muito importante para eu botar no meu currículo profissional", disse. "Acredito que essa lei só tenha a agregar na vida de todos, pois com o voluntariado podemos exercer muitas funções não remuneradas que não deixam de ser experiências profissionais, apenas é feita de bom grado e sem visar lucro", completou.

Ana Paula Ferreira é voluntária na Igreja Sara Nossa Terra e falou da importância da lei. "Acredito que impacta no desenvolvimento pessoal, na comunicação, em saber falar, saber explicar sobre o espírito de liderança. A lei é muito necessária principalmente para os adolescentes, pois ajuda muito no desenvolvimento como todo, no externo e interno. Saber lidar com pessoas, saber respeitar as hierarquias de cada ocupação", afirmou.

Há também a previsão de que o Poder Executivo deverá regulamentar a lei, por meio de decreto, e poderá integrar, quando possível, programas, ações e políticas públicas às iniciativas previstas na norma, que tem entre seus fundamentos: cidadania, fraternidade, solidariedade, promoção de direitos humanos, sustentabilidade e tolerância.


Com a implementação da política pública, empresas poderão ser autorizadas a realizar o transporte coletivo pelas águas do lago

Foto: Rogério Lopes.

O vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado Delmasso (Republicanos), protocolou o projeto de lei nº 2063/2021 que estabelece as diretrizes para a implementação do transporte aquaviário coletivo no lago Paranoá.

O projeto tem como objetivo oferecer ao cidadão brasiliense a possibilidade de utilizar o transporte coletivo aquaviário, realizando a integração entre este e os demais transportes públicos oferecidos na cidade.

Na prática, o governo estabelecerá como serão as regras de outorga e concessão de empresas interessadas. Estas empresas deverão realizar o transporte coletivo de um ponto a outro mediante o pagamento de tarifa do usuário.

Entre as vantagens de se ter esta modalidade de transporte, conforme estabelecido no projeto de lei, está a redução da poluição por meio da queima de combustíveis dos automóveis, a velocidade de um ponto ao outro, uma vez que não há congestionamento no transporte aquaviário, a segurança do usuário, entre outras.

"É inquestionável a saturação viária do Distrito Federal. Deste modo, faz-se necessária a construção de políticas públicas de potencialização da mobilidade urbana, a qual deve ser demanda prioritária de nossos gestores públicos", defende Delmasso.

O projeto também estabelece os benefícios macros, destinados à sociedade no geral, como por exemplo o incentivo à pesquisa tecnológica, a conservação do meio ambiente e dos recursos hídricos, a proteção de direitos dos prestadores de serviços e, inclusive, dos usuários, o desenvolvimento econômico e social.

Para o autor da proposição, "o presente Projeto tem a finalidade de satisfazer as necessidades da modalidade de transporte aquaviário, abrindo um gama de possibilidades de conexões entre os transportes públicos já oferecidos", disse o deputado.

 Advogada conclama colegas a irem aos Tribunais do DF para exigir atendimento presencial

A advogada Thais Riedel está mobilizando advogados para exigir o atendimento presencial do Judiciário no Distrito Federal. Desde o início da pandemia o Judiciário tem funcionado de maneira remota, o que dificulta o acesso dos advogados aos magistrados, processos e clientes.

“A pandemia não pode ser desculpa para a suspensão indefinida do atendimento presencial de advogados pelo poder Judiciário. Várias profissões estão voltando ao seu exercício quotidiano e assim também deve acontecer com os magistrados.”, diz Thais em vídeo que está circulando pela internet.

Ela lembra que o atendimento de advogados por magistrados em tribunais e gabinetes de trabalho, sem necessidade de agendamento ou qualquer outra questão, está previsto no Estatuto da Advocacia e que é indispensável para o exercício da profissão. “Isso garante a ampla defesa e direito sagrado do cidadão de ter sua defesa com qualidade”, completa Thais.

Ela conclama os advogados a fazer uma visita aos Tribunais do DF. “Já que os juízes permanecem distantes, vamos fazer uma visita aos Tribunais do DF, vamos mostrar que do outro lado do balcão existe um grupo de mais de 60 mil advogados do Distrito Federal que não vai aceitar isso. Vamos nos unir à advocacia aguerrida, aquela que não luta apenas pelo seu cliente, mas também pela Justiça”.

País tem inflação mais alta dos últimos seis anos; inviabilidade na exportação e importação é um dos principais motivos


Créditos: Envato


Desencadeada pelo início da pandemia, a crise na logística que o mundo todo enfrenta, especialmente por conta da falta de contêineres, é um dos grandes motivos para o aumento do custo de vida no Brasil. Com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro, a inflação acumulada dos últimos doze meses chegou a 10,25%. Somente em 2021, a alta do IPCA é de 6,90%, bem acima do teto de 5,25%, que era a meta estipulada pelo governo para a inflação deste ano.

O aumento do preço dos fretes é um dos fatores que encarece o valor das mercadorias, tanto na exportação quanto na importação. “Essa crise escancarou ainda mais os problemas de infraestrutura que o país possui, e ainda há muitas incertezas no caminho para a melhora do cenário atual”, esclarece o coordenador do curso de Comércio Exterior e professor de Relações Internacionais da Universidade Positivo (UP), João Alfredo Lopes Nyegray.

Segundo ele, essa crise logística é reflexo da forma como cada país lidou com o início da pandemia. Enquanto alguns faziam a contenção da primeira onda da doença, outros ainda enfrentavam o auge. Por conta disso, muitos contêineres ficaram parados e, consequentemente, veio o aumento dos preços dos fretes. “O Porto de Ningbo, na China, por exemplo, terceiro maior porto do mundo em movimentação de contêineres, ficou parado por duas semanas por conta de um caso de covid-19. Além disso, não podemos esquecer do incidente portuário no Canal de Suez. Com todos esses problemas, as cadeias mundiais de suprimento e abastecimento foram sofrendo uma grande pressão por não conseguir acompanhar a demanda”, explica.

Outro prejuízo que o Brasil enfrenta com essa alta dos fretes é o encarecimento das exportações. Um frete China-Paranaguá, que estava na casa dos mil dólares, agora está custando 11 vezes mais. O frete China-Manaus atingiu os 24 mil dólares. “Em um momento em que o real está desvalorizado e o país poderia estar aproveitando para exportar mais, acaba sendo prejudicado pelo alto valor do frete”, aponta Nyegray.

A previsão para melhora de apenas alguns desses problemas é no primeiro semestre de 2022, mas ainda há muitas incertezas pelo caminho, como as variantes do coronavírus, por exemplo. Nyegray explica que, enquanto as exportações e importações encareceram por conta do frete, o custo de vida continua elevado por conta da falta de opções de meios de transportes dentro do próprio país. “Se o Brasil contasse com linhas férreas confiáveis para o transporte de produtos, a situação poderia estar melhor. Porém, o frete no país é caro porque depende do modal rodoviário, cujos preços subiram por conta do aumento dos combustíveis”, justifica.

 

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em Ensino Superior entre as IES do Estado do Paraná e é uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta e mais de 400 mil metros quadrados de área verde no campus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A Instituição conta com três unidades em Curitiba (PR), uma em Londrina (PR), uma em Ponta Grossa (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de graduação, centenas de programas de especialização e MBA, sete programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam cerca de 3.500 metros quadrados. Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Desde março de 2020 integra o Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Mais informações em up.edu.br/


Após quase dois anos, os ícones da música sertaneja, Bruno & Marrone e George Henrique & Rodrigo, se preparam para retornar aos palcos mineiros e matar a saudade dos fãs. Os dois shows vão embalar o evento Modão Mangalarga Marchador, que acontece no dia 27 de novembro, sábado, partir das 18h, na Star 415 (Rua Star, 415, Jardim Canadá, Nova Lima), a mais nova casa de shows da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os ingressos já estão disponíveis através do site www.star415eventos.com.br.

Bruno & Marrone

Com uma carreira marcada por grandes álbuns e muitos hits históricos, Bruno & Marrone ocupam o posto de uma das mais famosas duplas da cena sertaneja do país. Conhecidos nacionalmente por suas composições românticas e baladas sertanejas, como, "Quer Casar Comigo?", "Dormi na Praça", "Choram as Rosas", "Inevitável", "Ligação Urbana" e outros sucessos, eles que começaram cedo na música, no ano de 1985, em Goiânia, trilharam um longo caminho até passar dos seus mais de 30 anos de carreira.

Conhecidos por familiares, como, Vinícius Félix de Miranda (Bruno) e José Roberto Ferreira (Marrone), os amigos se encontraram ao acaso. Na verdade, se conheceram através de Leandro e Leonardo em Goiânia e começaram a cantar juntos em eventos agropecuários e bares da região. Foram muitos anos até a gravação do seu primeiro LP no ano de 1994, mas de de lá para cá, eles ganharam fama, conquistando o Grammy Latino e o prêmio Crowley de Música em 2002. Fora isso, de acordo com a Crowley Broadcast, do ano de 1999 a 2013, Bruno & Marrone foi a dupla que mais tocou nas rádios do país. Recentemente, os sertanejos lançaram o seu mais novo álbum intitulado por "Exatamente Agora (2021)", que já é um grande sucesso nas rádios e mídias sociais. E, agora, eles desembarcam em Minas Gerais para mais um grande show.

George Henrique & Rodrigo

A dupla vem numa crescente contínua e já é dona de um repertório recheado de sucessos. Em 2017, George Henrique & Rodrigo assinaram contrato com a Universal Music com status de prioridade na companhia. "De copo em copo", invadiu as rádios e figura entre as mais tocadas todo o país, além de fazer parte das principais playlists em plataformas digitais.

Cuidados

Para preservar a saúde dos participantes do evento, a aferição da temperatura é obrigatória, bem como o uso de máscaras, exceto enquanto estiver de alimentando ou consumindo bebidas. Frascos de álcool em gel estarão disponíveis à vontade durante todo o evento.

Como é necessário apresentar o comprovante de vacinação ou o teste negativo, a casa de shows firmou uma parceria com a Droga Clara. Com isso, ao apresentar o ingresso em qualquer unidade da rede de drogarias, é possível pagar R$ 34,90 no teste AG Rápido Swab Nasal (antígeno), cuja cópia do resultado deverá entregue na portaria do evento, onde ficará retida.

Experiências únicas

Com uma cenografia moderna e inovadora, a arquitetura da Star 415 foi planejada com a intenção de proporcionar conforto, comodidade, segurança e experiências únicas ao público. Além da localização privilegiada, com fácil acesso por meio da BR-040 e Anel Rodoviário, o estabelecimento possui estacionamento próprio e serviços que vão agradar até os clientes mais exigentes. O espaço é coberto, arejado e possui setores diferenciados para oferecer opções aos variados gostos.

 

Bruno & Marrone e George Henrique & Rodrigo no Modão Mangalarga Marchador

Data: 27 de novembro, sábado

Horário: 18h

Local: Star 415 (Rua Star, 415, Jardim Canadá, Nova Lima)

Ingressos: R$120 (Fem) | R$160 (Masc)

Classificação etária: 18 anos

Mais informações e vendas de ingressoswww.star415eventos.com.br

 


Livre de vírus. www.avast.com.

Lançamentos já chegaram aos supermercados e "atacarejos"
Crédito: Divulgação Jasmine Alimentos

Opções nos sabores Integral Maçã e Canela - que já era comercializada na embalagem de 300 g - e o lançamento Tradicional Zero Açúcar chegam ao mercado nos tamanhos de de 1 kg e 850 g, respectivamente

No Brasil, o consumo de granolas acelera conforme aumenta a busca por uma alimentação saudável e mais nutritiva. Segundo dados da Kantar, consultoria especializada em pesquisa de mercado, a categoria cresceu 37% quando comparada aos 12 meses anteriores. De acordo com o levantamento, a marca Jasmine foi a que mais contribuiu para este novo cenário, ganhando novos lares e crescendo percentualmente duas vezes mais que o total da categoria.

Embalada pelos bons resultados dos últimos meses, a empresa acaba de lançar dois novos sabores de granolas em tamanho família. A novidade vai atender também pontos de venda conhecidos como "atacadões", grandes espaços de compras distribuídos em diversas regiões do Brasil. Essas lojas, nas quais os clientes encontram uma grande variedade de produtos com preços mais baixos, são tradicionais em países como os Estados Unidos e, no Brasil, receberam o nome de "atacarejo" - uma junção de "atacado" com "varejo". 

Em 2020, o segmento registrou crescimento nominal de 5,2%, com faturamento de R$287,8 bilhões, garantindo a participação de 51,2% no mercado nacional e abrangendo mais de 50% do mercado pelo 16º ano consecutivo. Os dados são do Ranking Abad/Nielsen 2021 - ano-base 2020, divulgado em setembro pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (Abad).

A nova granola Zero Açúcar Tradicional e o sabor Integral Maçã e Canela (já comercializado no tamanho 300g) passam a ser ofertadas no mercado a partir de outubro, nas versões de 850g e 1kg, respectivamente. Estes lançamentos chegam para ampliar a linha de granolas tamanho família, que já contava com os sabores Castanha de Caju e Tradicional, vendidos em embalagens de 1 kg, e com a granola Cereais Maltados, com 850g, 

"Neste momento, as pessoas passaram a se alimentar mais em casa. Por isso, contar com as opções em tamanhos maiores, para que possam atender melhor às famílias, é algo que apostamos como sucesso garantido e de grande relevância para a manutenção da nossa liderança em vendas no mercado de granolas", comenta o CEO da Jasmine Alimentos, Rodolfo Tornesi Lourenço.  

Dentro da linha com selo Vegan, sem ingredientes de origem animal, a opção Maçã e Canela é enriquecida com 11 vitaminas e minerais e traz em sua composição pedaços da fruta. Já a Granola Zero Açúcar também é livre de qualquer ingrediente animal, tem o mesmo sabor, cor e textura da campeã de vendas, a Granola Tradicional, com a vantagem de ser adoçada com Stevia, um adoçante natural benéfico para pessoas diabéticas, pois pode auxiliar no controle dos níveis de açúcar no sangue e ajudar a aumentar o colesterol HDL, diminuindo o risco de problemas cardiovasculares. além disso, é fonte de fibras e possui baixo teor de sódio. 

A Jasmine é pioneira na produção de granolas no Brasil, tendo lançado seus primeiros produtos do segmento em 1994. Até hoje, as granolas da marca são um dos principais produtos, e responsáveis por 30% do faturamento da empresa. “Nosso portfólio possui mais de 130 itens elaborados com matérias-primas rigorosamente selecionadas. Dentro dessa gama, temos um orgulho imenso de ter a linha de granolas e, ainda mais, ser líder de vendas nessa categoria”, comemora Tornesi.

Para conhecer toda a linha de granolas da Jasmine Alimentos, basta acessar o site www.jasminealimentos.com.

 

Sobre a Jasmine Alimentos

A Jasmine Alimentos é uma empresa referência em alimentação saudável. Com produtos categorizados em orgânicos, zero açúcar, integrais e sem glúten, a marca visa atingir o público que busca alimentos saudáveis de verdade e qualidade de vida. A operação da Jasmine começou de forma artesanal há 30 anos, no Paraná. A Jasmine está consolidada em todo Brasil e ampliando sua atuação para a América Latina. Desde 2014, a marca pertence ao grupo francês Nutrition et Santé, detentor de outras marcas líderes no segmento saudável na Europa. Mais informações: www.jasminealimentos.com  

 

Pesquisa

Fonte: Kantar, Worldpanel Division - Granolas, crescimento em valor, período: últimos 12 meses terminados em julho 2021 versus mesmo período do ano passado.


 

 

Thais Riedel e Aline Marques anunciaram, nesta quarta-feira (10), que unirão os movimentos que lideram e estarão juntas nas eleições da OAB-DF, que ocorrem em 21 de novembro.

“Nosso objetivo é resgatar o Respeito para a advocacia do Distrito Federal. É um objetivo comum aos dois grupos e decidimos unir esforços para construir uma campanha vitoriosa. Juntas vamos devolver à OAB-DF para os advogados”, afirma Thais Riedel, que é a pré-candidata à presidência OAB-DF. 

Thais anunciou, na terça-feira (19) o advogado, professor e diretor do Grupo Educacional Projeção, Pierre Tramontini, como seu vice na corrida à OAB-DF.



Projeto do GDF, que já formou cerca de 3,2 mil estudantes em áreas de tecnologia, certifica mais 500 adolescentes no curso de robótica


Fotos: Rogério Lopes.

Com apenas 17 anos, Diego da Rocha Barros, do Paranoá, está cheio de expectativas para ingressar no mercado de trabalho em seu primeiro emprego. Ele faz parte do grupo de 500 estudantes de diversas cidades do Distrito Federal que receberam, na manhã desta quarta-feira (20), certificado de conclusão do curso de robótica oferecido pelo Projeto Include, do Governo do Distrito Federal (GDF) em parceria com o Instituto Campus Party.

O programa oferece cursos para jovens entre 10 e 18 anos, gratuitamente, e já formou aproximadamente 3,2 mil estudantes. O objetivo é possibilitar o ingresso dos adolescentes no mundo digital e no mercado de trabalho. "Com a conclusão do curso, já quero trabalhar. Pretendo continuar no projeto, como monitor, mas meu foco agora é um emprego na área", afirmou Diego.

"A formação pelo projeto Include vai abrir portas para o futuro. A tecnologia é um dos ramos mais importantes hoje, independentemente da área de atuação"Ayshah Santana Dantas, 14 anos, aluna do Itapoã

Além do Paranoá, jovens de cidades como Itapoã, Sol Nascente, Estrutural, Água Quente, Gama, Santa Maria, Granja do Torto, Samambaia, Recanto das Emas, Taguatinga e do Café sem Troco – área rural da região do Paranoá – puderam desfrutar dos laboratórios e dos cursos de metodologia e linguagem de software, hardware, programação eletrônica, sensores e mecânica, além da robótica.

Por cerca de dois meses, a estudante Ayshah Santana Dantas, de 14 anos e do Itapoã, participou do curso. Agora, com o certificado nas mãos, ainda não decidiu se pretende ir em busca de uma vaga no mercado de trabalho ou priorizar os estudos. Mas uma coisa para ela é certa: "A formação pelo projeto Include vai abrir portas para o futuro. A tecnologia é um dos ramos mais importantes hoje, independentemente da área de atuação", concluiu.

O vice-governador Paco Britto, que participou da entrega dos certificados aos estudantes, lembrou da importância de adquirir conhecimento e enfatizou as ações do GDF neste sentido. "Temos a responsabilidade de transferir a vocês educação e cultura. E o governador Ibaneis Rocha vê, em cada jovem do Distrito Federal, a esperança de uma cidade melhor porque vocês são sim, a esperança do futuro", afirmou. Paco agradeceu, ainda, emendas parlamentares na casa de R$ 4 milhões, disponibilizadas por deputados distritais para a realização do projeto.

De acordo com o secretário de Governo, José Humberto Pires, o curso oferecido aos jovens deve ser visto como uma forma de "alavancar o futuro". "Comecei como empacotador de supermercado e isso alavancou a minha vida. Hoje vejo pais e mães, ao lado de seus filhos, comemorando essa oportunidade de mudança de vida", assegurou.

Com aulas que passaram a ser on-line, devido à pandemia, o Include retomou as aulas presenciais em 30 de agosto deste ano. Para o presidente da Campus Party, Francesco Farruggia, alguns estudantes tiveram dificuldade com o acesso à internet e a possibilidade de que as atividades voltem a ser presenciais em 2022 vai permitir que os alunos apliquem na prática os conhecimentos adquiridos na teoria.

O secretário de Ciência e Tecnologia e Inovação, Gilvan Máximo, pasta que gerencia o projeto, apontou o Include como uma forma de suprir a demanda do mercado com profissionais capacitados na área de tecnologia. "O mercado precisa de milhares de pessoas na área de tecnologia. Nós não temos desenvolvedores de software, pessoas preparadas na área de TI, e essas vagas oferecem excelente remuneração. Agora, vocês estão aptos", destacou. Discurso que foi reforçado pela diretora do projeto, Sidiane Zanin: "Queremos que vocês ocupem esses espaços", completou.

Para o vice-presidente da Câmara Legislativa do DF, deputado Rodrigo Delmasso, o papel dos políticos é fazer com que os sonhos dos jovens que participaram do projeto se tornem viáveis e que o conhecimento dos estudantes, adquirido no DF, seja absorvido pela capital. "São mentes brilhantes, que não podem ir para fora de Brasília", ponderou.

Visita ao gabinete
O governador Ibaneis Rocha recebeu alunos do programa Include em seu gabinete no Palácio do Buriti. "Parabéns pelos estudos, pelo curso no Programa Include. É possível ir longe com a inclusão digital. Acreditem no potencial de vocês", disse o governador aos jovens.

Moradora de Ceilândia, a jovem Emanuelle Alves, de 18 anos, foi uma das alunas recebidas por Ibaneis Rocha. "Um curso desses nunca passou pela minha imaginação de ser gratuito e oferecido pelo governo, então é uma oportunidade bacana", comemora. Para o jovem Rian Gomes, de 15 anos, ter participado do Include foi uma experiência incrível. "Foi muito divertido, aprendi a fazer robôs. Foi legal ter acesso a essas coisas", disse.

A frase acima é de Antônio Matoso, um dos fundados da UCCDF, entidade que foi criada para dar voz aos anseios da população e cobrar do GDF uma atuação mais incisiva e próxima da comunidade


Foto: Divulgação.

 Uma das maiores preocupações dos moradores do DF, nos últimos anos, tem sido manter as características da cidade projetada por Lúcio Costa para posicionar Brasília entre as mais aprazíveis para se viver no Brasil. Assim, foi criada recentemente a União dos Conselhos Comunitários do DF (UCCDF), para convergir demandas e esforços de representantes comunitários do Distrito Federal e promover debates no sentido de pensar projetos e iniciativas que busquem preservar os diferenciais que tornam única a capital de todos os brasileiros.

Segundo Antônio Matoso, prefeito da Associação de Vizinhança Prefeitura Comunitária da Península Norte (Lago Norte) e um dos fundadores da UCCDF, Brasília talvez seja a unidade da federação onde mais se desrespeita o planejamento urbano. "Há grande disponibilidade de áreas livres não construídas e isso aguça a vontade de ocupação, inclusive mediante adensamento do tecido urbano ou implantação de expansão urbana não prevista no Plano Diretor. Se observarmos com rigor os locais em que áreas verdes de uso público foram substituídas por novos lotes – tanto residenciais como comerciais –, por vias de acesso e estacionamentos para edificações cada vez mais altas ou até mesmo por setores habitacionais inteiros, chega a ser assustador", exemplifica.

Para ele, os rígidos gabaritos de Brasília têm sua razão de ser: servem para garantir a essência da cidade tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade e seu entorno imediato. "A setorização é imprescindível para resguardar as escalas que a caracterizam e dão sentido a Brasília, segundo o urbanista que a criou: a residencial, a monumental e a gregária, além da escala bucólica", enumera, lembrando que cada escala deve ficar no seu quadrado.

Nesse sentido, tem causado grande apreensão entre os moradores dos bairros eminentemente residenciais (Lago Sul, Lago Norte e Park Way) a liberação de atividades econômicas empresariais em residências. Afinal, a mistura de empresas e moradias no mesmo conjunto ou setor fere totalmente o projeto urbanístico dessas localidades, agride o meio ambiente (constatou-se isso onde essa mistura já ocorreu) e corrói a qualidade de vida das áreas concebidas para abrigar apenas residências unifamiliares, assim como os aspectos paisagísticos envolvidos, uma vez que os referidos bairros compõem a denominada Zona Urbana de Uso Controlado I, que se insere na bacia do Lago Paranoá, alcançando grandes extensões de linha de cumeada, que garantem a visibilidade do horizonte a partir da área tombada e também do próprio Plano Piloto, por meio de mirantes naturais existentes nesta mesma cumeada.

Atualmente, a UCCDF está buscando aumentar o diálogo com o poder público e fazer com que as comunidades mais impactadas sejam ouvidas na CLDF e no GDF, com relação a essa e muitas outras modificações que estão sendo propostas no Projeto de Lei Complementar 69/2020, em mais uma revisão da Luos, apenas dois anos após a revisão anterior.

Para quem não sabe, a Luos é a Lei de Uso e Ocupação do Solo. Trata-se da norma que define as regras para ocupação das unidades imobiliárias na parte urbana das cidades do Distrito Federal. Fixa, por exemplo, área e altura máximas que a edificação pode ter, afastamentos obrigatórios dos limites dos lotes, além de determinar o uso específico para os terrenos — comércio, indústria, habitação, serviços. A lei é instrumento complementar do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT) e deve estar compatível com tal instrumento maior de planejamento urbano.

A UCCDF, portanto, pretende intensificar a interação com os poderes Legislativo e Executivo para que a legislação preserve as características de Brasília e para que os órgãos de fiscalização, em suas diversas frentes, atuem proativa e tempestivamente no que se refere a transgressões ao PDOT e à própria LUOS.
 
Mas como os conselhos comunitários têm apoiado a atuação das Administrações destas cidades? Segundo Antônio Matoso, "as missões principais dos conselhos e prefeituras comunitárias são identificar e levar ao conhecimento das administrações regionais os anseios, prioridades e necessidades gerais das comunidades que representam. Em alguns casos, essa interação é prejudicada por circunstâncias ocasionais (esta pandemia, por exemplo) ou pelo próprio perfil do governo e/ou do administrador em ter maior ou menor disponibilidade e sistemática para estreitar esses relacionamentos com as comunidades".

A UCCDF dá dicas e orientações para quem desejar defender a qualidade de vida em Brasília. Confira:

1)    Procure a Associação Comunitária de sua região. O fortalecimento das representações de moradores torna mais efetiva a interação com os órgãos do Poder Público e, em consequência, o atendimento às demandas da comunidade.

2)    Fique atento aos chamamentos para Audiências e Consultas Públicas nos jornais de grande circulação:  alterações de uso e ocupação do solo devem ser precedidas desses instrumentos de participação popular. Nessas ocasiões o governo deve expor, em linguagem popular, o projeto proposto e seus impactos.

3)    Cobre dos Deputados Distritais que façam valer a missão institucional do Poder Legislativo de fiscalizar os atos da Administração Pública, em especial quanto ao respeito ao projeto urbanístico de Brasília e às escalas que o caracterizam.

4)    Proteja os espaços verdes, pois constituem área de recarga do Lago Paranoá. Observe e denuncie construções ou projetos de uso e ocupação incompatíveis com a preservação do Meio Ambiente.

5)    Seja um cidadão atuante! Informe-se, participe de fóruns e debates, preserve sua cidade! Quem ama, cuida!
 

Lideranças comunitárias
Compõe a liderança da União dos Conselhos Comunitários do DF: Luiz Guilherme Jaganu, presidente do Conselho Comunitário do Lago Sul (CCLS); Natanry Osório, 1ª vice-presidente do CCLS e ex-administradora do Lago Sul; Viviane Becker, 2ª vice-presidente do CCLS; Antônio Matoso Filho, prefeito da Prefeitura Comunitária da Península Norte; Francisco Sant'Anna, presidente da Associação dos Moradores e Amigos da Região do Parque Ecológico do Córrego do Mato Seco – AMAC/Park Way;  e José Jofre Nascimento, presidente da Associação Comunitária do Setor de Mansões Park Way.

Sobre a UCCDF – Além de defender os anseios e necessidades para melhor qualidade de vida dos moradores das mais diversas regiões do DF, a União dos Conselhos Comunitários do DF (UCCDF) nasceu com a proposta de conscientizar as comunidades e trazê-las para o debate e atuação cidadã ativa, como forma de influenciar as decisões governamentais e legislativas, as quais devem respeitar o querer e o não querer das populações diretamente atingidas.

Com processo de seleção totalmente online, programa oferece vagas em áreas como vendas, marketing, planejamento, logística, operações, controladoria e RH



A Votorantim Cimentos, empresa de materiais de construção e soluções sustentáveis, encerra na próxima segunda-feira, dia 25 de outubro, as inscrições para seu Programa de Trainee 2022 – Talentos diversos, futuros possíveis. O processo é 100% virtual e oferece oito vagas nas áreas de vendas, marketing, planejamento estratégico, controladoria, gente (RH), logística, Viter (insumos agrícolas) e Verdera (gestão de resíduos e coprocessamento). A intenção da empresa é que as pessoas selecionadas sejam contratadas nessas áreas no final do programa.

Realizado em parceria com a Eureca, consultoria que conecta talentos com o mercado de trabalho, o processo seletivo requer candidatura pelo site traineevotorantimcimentos.eureca.me. Para se inscrever no Programa de Trainee 2022 da Votorantim Cimentos é necessário ter, no máximo, três anos de formação, mobilidade nacional e – por se tratar de oportunidades específicas - graduação em algum dos cursos indicados para a vaga escolhida. O processo não delimita universidade, região de procedência ou idade das candidatas e candidatos.

"Seguindo o modelo que implantamos nos últimos anos, buscamos talentos diversos, pessoas engajadas, práticas e criativas, que estejam em busca de uma chance para construir a sua carreira em uma empresa com uma história sólida e inovadora como a Votorantim Cimentos", afirma o gerente de Diversidade & Inclusão e Captação na Votorantim Cimentos, Aldo Frachia.

O Programa de Trainee 2022 da Votorantim Cimentos tem duração de 16 meses, com início em janeiro de 2022. As pessoas selecionadas vão atuar na área para a qual foram aprovadas com a realização de projetos específicos e job rotation em áreas correlatas. Em paralelo aos projetos, também participarão de sessões de mentoria com Lideranças e do Programa Potenciar junto com talentos internos de todas as empresas investidas do Grupo Votorantim, com três semanas de formação e desenvolvimento de projetos. Os interessados podem entender melhor como funciona o Programa de Trainee 2022 da Votorantim Cimentos neste podcast.

Serviço

Programa de Trainee 2022 da Votorantim Cimentos – Talentos diversos, futuros possíveis

Oportunidade: 8 vagas nas áreas de vendas, marketing, planejamento estratégico, controladoria, gente (RH), logística, Viter (insumos agrícolas) e Verdera (gestão de resíduos e coprocessamento).

Inscrições: até o dia 25 de outubro.

Requisitos: Formados no ensino superior entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021.

Link para inscrição: traineevotorantimcimentos.eureca.me

Mais informações: podcast Diálogos VC podcast Diálogos VC  

Sobre a Votorantim Cimentos

Fundada em 1933, a Votorantim Cimentos é uma empresa de materiais de construção e soluções sustentáveis. O portfólio de materiais de construção vai além dos cimentos e inclui concretos, argamassas e agregados. A companhia também atua nas áreas de insumos agrícolas, gestão de resíduos e coprocessamento. São quase 12 mil empregados e uma receita líquida de R$ 16,7 bilhões em 2020. As unidades da Votorantim Cimentos estão estrategicamente próximas aos mais importantes mercados consumidores em crescimento e presente em dez países, além do Brasil: Argentina, Bolívia, Canadá, Espanha, Estados Unidos, Luxemburgo, Marrocos, Tunísia, Turquia e Uruguai. Mais informações em www.votorantimcimentos.com.br


Mostrando toda a sua força no setor imobiliário, a RE/MAX, que é a maior franquia imobiliária do mundo, segue em expansão. Prova disso, é que a marca acaba de inaugurar uma unidade no Méier, um dos bairros mais promissores da Zona Norte carioca. Esta é 9ª franquia da regional e a segunda do empreendedor Roberto Amorim, juntamente com os seus sócios, Heloisa Guasti, Christiane Azeredo e Mario Cardoso.   

Para Glauce Santos, diretora da regional RE/MAX Rio de Janeiro – Zona Norte, é uma honra poder instalar a 9ª franquia em uma região tão importante. "O Méier é um dos bairros mais conhecidos da Zona Norte do Rio de Janeiro, não obstante, a região é o centro histórico da Área dos Engenhos, que hoje é conhecida como Grande Méier. Prova disso, é que seu nome tem herança nobre, já que veio do nome de um dos acompanhantes do Imperador D. Pedro II, Augusto Duque Estrada Meyer. É uma área bem robusta e com um vasto comércio e variedade de serviços e transportes, além disso, tem um dos primeiros shopping centers do Brasil, o Shopping do Méier, inaugurado no ano de 1963. Estamos falando de um bairro com dois estilos, sendo um mais agitado, como uma diversidade de comércios nas áreas próximas da famosa Rua Dias da Cruz e da estação ferroviária e, o outro mais calmo, quando vai entrando para dentro do bairro nas áreas residenciais", ressalta.

Segundo Glauce Santos, o Méier tem grande potencial a ser explorado pela nova franquia. "Estamos falando de um local que tem muita história e tradição e tudo isso gera valor para o mercado imobiliário. É um bairro antigo, mas que não parou no tempo, já que essa região foi se modernizando e hoje é descrita como um bairro de classe média, com bom custo-benefício para quem está procurando comprar ou alugar na capital carioca. Fora isso, temos o Centro Cultural João Nogueira, também conhecido como 'Imperator', que é um espaço que oferece diversas opções culturais, tais como salas de cinema, peças de teatro e até mesmo shows de grandes artistas nacionais e internacionais. Para aqueles que curtem a noite carioca, o 'Baixo Méier', é um ponto que reúne vários restaurantes e bares de prestígio", explica.

Além de toda a diversidade cultural, Glauce Santos ainda lembra que o local tem muitas outras vantagens para quem deseja investir no ponto. "Além do que eu já mencionei, o bairro  tem supermercados, academias, escolas, faculdades, consultórios médicos e até mesmo hospitais. Sem contar com o fator mobilidade, já que no Méier os trens são o principal meio de transporte e ali temos as estações Méier e Silva Freire, responsáveis pela ligação aos grandes centros. Caso o morador queira sair da região para outros pontos da cidade, conta com dois terminais rodoviários. Feliz será de quem apostar nesta região e nesse sentido eu lembro que a RE/MAX Destaque está à disposição para atender vendedores e compradores na área imobiliária", conclui.

Para Roberto Amorim, empreendedor que está à frente da franquia RE/MAX Destaque com três sócios, escolheram o Méier para abrir a segunda unidade, por perceberem que investir na região é aproveitar as oportunidades que só a Zona Norte carioca pode oferecer. "É uma alegria consolidar ainda mais a parceria como franqueado da RE/MAX. Estou falando de uma das marcas mais reconhecidas no mercado internacional graças à cultura de valorização do profissional. Chegar ao Méier, sendo o responsável pela 9ª  unidade da melhor franquia do Brasil na Zona Norte, é uma honra", comemora o prêmio recebido recentemente pela revista Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Segundo o franqueado, a RE/MAX oferece segurança para quem deseja investir na área. "O fato é que a empresa revolucionou o mercado imobiliário brasileiro, trazendo um novo modelo de gestão e nova metodologia de trabalho, embasada no sistema de negociações ganha-ganha, na qual todos os Agentes e clientes envolvidos numa transação imobiliária saem ganhando. Isso devido às grandes parcerias e aplicação das melhores práticas do mercado e essa metodologia aplicada conta com diversas vantagens e ferramentas que podem auxiliar o Corretor a construir uma maior rede de relacionamentos e também fazer a gestão do seu trabalho de forma muito mais profissional. Com tudo isso, é uma satisfação fazer parte desse time gerindo a 9ª unidade da regional da Zona Norte carioca e a nossa segunda unidade", conclui Roberto Amorim.

Sobre a RE/MAX

Com 48 anos de atuação, a RE/MAX é uma franquia americana que ganhou notoriedade mundial e se tornou referência em negócios imobiliários em todo o planeta. Eleita pela Forbes como uma das melhores empresas para as mulheres trabalharem, a marca, que chegou ao Brasil em 2009, já alcançou 124 países e é presente em todos os continentes, com mais de 141 mil corretores em mais de 8.960 unidades franqueadas. A Zona Norte do Rio de Janeiro passou a ter uma regional em 2018, que, só naquela região, conta com nove franquias.

O direcionamento da RE/MAX está presente no lema: "todos ganham", uma máxima que tem permitido a sua liderança, conquista e reconhecimento do mercado. Com esse conceito, a RE/MAX revolucionou o mercado imobiliário. Este sistema permite recrutar e reter os melhores profissionais do mercado, ter equipes motivadas e produtivas, diminuir a rotatividade dos corretores e prestar o melhor serviço aos clientes.

Mais informações: https://remaxriodejaneironorte.com/

 

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.