José Aparecido é reeleito presidente do Sistema Fecomércio-DF

O empresário José Aparecido da Costa Freire foi reeleito, nesta terça-feira (3), em chapa única e com todos os votos a favor, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF). O novo mandato vai até 2026. Ele também segue à frente do Sistema Fecomércio-DF, como presidente dos conselhos regionais do Sesc, Senac e Instituto Fecomércio. Esses são os braços sociais do comércio, que oferecem lazer, educação, saúde, qualificação profissional e diversos benefícios para a população do DF


Ovídio Maia (3º vice), José Aparecido (presidente reeleito), Sebastião Abritta (1º vice) e Álvaro Silveira (2º vice)

"Seguiremos com muita dedicação, fazendo com que a Federação, o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio continuem prestando seus serviços aos sindicatos, para que eles possam se fortalecer. Todos os sindicatos continuarão a ser tratados nesta gestão de forma igual. Dentro de um tempo que projetamos, até o final de 2024, essas entidades já terão a sua sustentabilidade por meio da ajuda que a Fecomércio dará nos próximos 2 anos. Quero agradecer a cada um pela confiança dada", destacou Aparecido após o anúncio do resultado.

A chapa Juntos Somos Mais Forte, encabeçada por Aparecido, é composta por 22 dos 28 sindicatos da Federação. Os vice-presidentes do time são Sebastião Abritta (Sindivarejista), Álvaro Silveira Júnior (Sindiatacadista) e Ovídio Maia (Secovi).

"José Aparecido administrou esse pleito com grande maestria. Essa chapa nasceu da consciência de que juntos somos mais fortes, e assim vamos fazer a diferença para o setor produtivo no Distrito Federal nas mais diversas áreas", disse Abritta, primeiro vice-presidente.

Para Silveira Junior, segundo vice-presidente, a formação da chapa única mostrou o poder de união e agregação apresentados por Aparecido. "Com certeza seremos uma diretoria muito participativa, em que todos poderemos contribuir com a presidência", ressaltou.

"A construção dessa chapa demonstra maturidade porque a Federação é feita de empresários, pessoas que estão acostumadas a negociar, que pensam sempre no bem do próximo e no melhor para o setor. Toda a equipe está de parabéns. Tenho certeza que Aparecido fará um grande trabalho para todos os segmentos", concluiu Maia, terceiro vice-presidente do grupo.

Fotos: Facebook.

Perfil e trajetória
José Aparecido preside ainda o Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório, Papelaria e Livrarias (Sindipel). O empreendedor assumiu o cargo de presidente da Fecomércio-DF, pela primeira vez, no dia 5 de março de 2021, após o falecimento por complicações de Covid do então presidente Francisco Maia. Na época, José Aparecido foi eleito para completar o mandato e ficou um ano e dois meses no cargo. Nesse período, ganhou destaque com diversas ações de modernização, representatividade, transparência e revitalização das instituições do Sistema.

Nascido em Corumbá de Goiás (GO), José Aparecido da Costa Freire, tem 56 anos. Chegou em Brasília em 1972, quando adotou a capital do País para viver. Formado em ciências contábeis pelo Centro Universitário Icesp, iniciou sua trajetória empresarial em 1988, quando abriu uma papelaria na 104 Norte. Ao longo dos anos, teve várias empresas até criar a J.A Papelaria, fundada em 2009. Está há 20 anos no Conselho de Representantes Fecomércio-DF e desde 2004 na Diretoria da entidade. É presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório, Papelaria e Livraria do DF (Sindipel-DF) desde 2001. É pai de duas filhas: Susanny e Samara de Oliveira Freire.

Fecomércio
Durante o primeiro mandato de José Aparecido, a Fecomércio estruturou linhas de créditos para os empreendedores, além de estabelecer um diálogo aberto com o Governo do DF e com a Confederação Nacional do Comércio (CNC). "Elaboramos protocolos de segurança contra o Covid e realizamos reuniões para que os setores pudessem reabrir e funcionar com segurança. Também estabelecemos diálogos com o Poder Executivo para que o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) saísse do papel e desse um fôlego para os empreendedores. Procuramos entender a dor de cada segmento e sanar uma a uma, com a ajuda de nossos sindicatos", destaca José Aparecido.

Em 2021, a Federação abriu um canal de relacionamento com os poderes constituídos com o intuito de defender os anseios dos empresários. O trabalho foi intenso e gerou resultados, como a aprovação da revisão da LUOS, que destravará a economia e o emprego nos próximos anos. A Federação também trabalhou em conjunto com órgãos de governo para o lançamento do Pró-Economia e Refis. Para os próximos quatro anos, a expectativa é manter esse diálogo e representatividade. Atualmente, a Fecomércio representa 93% do PIB privado do DF e os setores que ela lidera são responsáveis por 60% dos postos de trabalho existentes.

Instituto Fecomércio
No Instituto Fecomércio (IF-DF), foi feito história: depois de mais de 20 anos em situação irregular, o IF saiu do Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin). Com isso, voltou a desenvolver grandes projetos, ampliando o leque de pesquisas empresariais e convênios para a inserção de jovens no mercado de trabalho. Durante 2021, o IF inseriu mais de 4,5 mil estudantes no mercado e retomou as pesquisas empresariais de vendas em datas comemorativas e os estudos conjunturais.

Senac-DF
O Senac-DF trabalhou ativamente durante esse período para transformar vidas e fomentar casos de sucesso. O Programa Senac de Gratuidade (PSG), por exemplo, estabeleceu um marco: apenas em 2021 foram disponibilizadas mais de 28,6 mil vagas em diversos cursos gratuitos para população. Na Faculdade de Tecnologia e Inovação Senac-DF foi criado um desconto e os cursos de graduação passaram a ser ofertados por R$ 99 e de pós-graduação por R$ 200, em uma estrutura totalmente moderna e inovadora. Também foi assinado, durante esse período, mais de 20 termos de cooperação com sindicatos e empresas para a oferta de cursos, contribuindo para o desenvolvimento local.

O Senac ainda reformou as fachadas das unidades da 903 Sul, Taguatinga, Ceilândia e da Faculdade de Tecnologia e Inovação. Para os próximos quatro anos, a expectativa é a de que todas as unidades sejam revitalizadas para atender melhor o público que utiliza os serviços.

Sesc-DF
No Sesc, foram feitas melhorias estruturais. A unidade da 504 Sul, por exemplo, uma das mais antigas, foi totalmente revitalizada. Toda a fachada foi repaginada, assim como espaços internos. A entidade realizou parcerias com o GDF para ofertar vacinas contra a Covid e o Programa Mesa Brasil Sesc foi outro destaque, ajudando diversas pessoas a saírem da pobreza alimentar. Implementado em 2003 no DF, o Mesa Brasil Sesc é um programa nacional de segurança alimentar e nutricional de combate à fome e ao desperdício de alimentos. Pioneiro no Distrito Federal, tem como finalidade garantir o direito humano à alimentação.

Também está prevista uma reforma do Teatro Garagem – um dos espaços culturais mais queridos e charmosos do Distrito Federal, inaugurado em 1979, localizado na unidade do Sesc da 913 Sul. Atualmente, o espaço conta com capacidade para 204 pessoas. A ideia é expandir o número de assentos, fortalecendo ainda mais os serviços na área cultural. E foi lançado no ano passado o projeto Sesc Voar – atendimento integral à crianças e famílias em vulnerabilidade social, buscando uma atuação em rede, com o objetivo de contribuir não só para o desenvolvimento de crianças, mas também de núcleos familiares.

Planos futuros
Para o novo mandato, que vai até junho de 2026, o presidente José Aparecido, junto com a diretora regional do Senac-DF, Karine Câmara, e o diretor regional do Sesc-DF, Valcides de Araújo Silva, espera avançar nessa transformação estrutural como foco na inovação e modernização do Sistema Fecomércio. Entre as novidades, está previsto a expansão de unidades do Sesc-DF e do Senac-DF para o lado Norte da cidade. "Essa construção é estratégica tendo em vista que a população cresceu na região nos últimos anos. Vamos atender Sobradinho, Planaltina, Itapoã, Paranoá, Lago Norte e os vários condomínios próximos. A região Norte do DF sempre foi esquecida e desde que assumi a gestão não tenho medido esforços para concretizar esse projeto", detalha.

José Aparecido informa que para os próximos anos a imagem de um Sistema unido, com suas entidades será reforçada. Em 2021, foi realizado um trabalho para que esse conjunto de instituições fosse mais integrado e reconhecido como um vetor de inovação, representatividade e fortalecimento dos setores do comércio, serviços e turismo. Um dos destaques desse objetivo foi a criação do projeto Sistema Fecomércio Perto de Você. Esse evento oferece serviços gratuitos para a população, como assistência, orientação nutricional, serviços odontológicos, vacinas contra Covid, oficinas de gastronomia, de moda, beleza e saúde. Para este ano, está marcado um evento por mês, em cidades diferentes.