Mostrando postagens com marcador Distrito Federal. Mostrar todas as postagens

Distrito Federal e Argentina intensificarão o comércio bilateral de produtos alimentícios. Nesta terça-feira (14), o presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido Freire, reuniu-se com o ministro-chefe da Seção Econômica e Comercial da Embaixada da Argentina, Rodrigo Bardoneschi, e com o ministro chefe da chancelaria argentina, Paulo De Angeles, para reativar a Câmara de Comércio Argentino-Brasileira do Distrito Federal


Fotos: Sinval Duarte.

O presidente do Sindiatacadista, entidade ligada à base Fecomércio-DF, Álvaro Silveira Júnior, foi escolhido para presidir o grupo. A vice-presidência será ocupada pelo presidente do Sindisuper, Jair Prediger, também da Federação. O retorno oficial dos trabalhos está marcado para o dia 1º de setembro, na própria Embaixada da Argentina, quando ocorrerá a Rodada de Negócios do Setor de Alimentos Argentinos no Brasil.

Na ocasião, representantes comerciais do país vizinho farão uma exposição de produtos ao empresariado local. Os brasileiros conhecerão diversos itens da carta argentina e poderão escolher aqueles de maior interesse para a comercialização no Distrito Federal. Os destaques são para cortes de carne bovina, vinhos, azeites, laticínios, doces e frutas secas. Em contrapartida, empresários brasileiros também abrirão caminho para facilitar a exportação de produtos locais.

“Hoje os grandes importadores estão ligados ao Sindiatacadista, por isso a escolha estratégica para que o Álvaro coordene os trabalhos. Em complemento, o Jair do Sindisuper poderá reforçar o elo com o setor varejista”, avaliou o presidente do Sistema Fecomércio-DF.

Já o representante argentino enxerga uma grande oportunidade, não só para o Distrito Federal, mas para o Centro-Oeste e o Norte do País, já que os trabalhos da Câmara também abrangem essas regiões. “Até então os nossos fornecedores na Argentina focavam no eixo São Paulo. Agora vemos o potencial e a capacidade de crescimento que a região apresenta. Por isso estamos estreitando e facilitando o elo entre os empreendedores comerciais” explicou De Angeles.

O presidente do Sindiatacadista reforçou o potencial logístico do Distrito Federal. “Daqui escoamos produtos para o Norte e Nordeste com mais facilidade”, afirmou. Silveira acredita que a parceria incrementará a lista de empresas importadoras de produtos argentinos. Com a reaproximação dos grupos, uma missão com empresários do Sindiatacadista já programada para o fim do ano agora terá o apoio integral dos diplomatas.

Segundo dados da Embaixada Argentina, a taxa de exportação dos dois países voltou a crescer em 2021. Enquanto a venda de produtos vizinhos para Brasil passou de US$ 7.7 milhões para 11.9 milhões, em relação a 2020, a aquisição de produtos nacionais pelos hermanos saltou de US$ 8.4 milhões para US$ 11.8 milhões.

            


                                                                                                    Foto Instagram 

Beach Tennis é atração especial de lazer no feriado prolongado em Brasília (DF)


O Sand Series Decathlon, o maior torneio oficial da modalidade no mundo, será realizado a partir desta quarta-feira (15) e até domingo (19), na área externa da Arena BRB Mané Garrincha, com a presença dos melhores jogadores do ranking mundial, vindos de 17 países


Junho, 2022 – O feriado prolongado de Corpus Christi terá uma atração especial de lazer para quem estiver em Brasília (DF). A partir desta quarta-feira (15) e até domingo (19), será realizado na capital federal o ITF Sand Series Decathlon Brasília Classic’22, o maior torneio oficial da modalidade no mundo, reunindo os melhores jogadores do planeta, na área externa da Arena BRB Mané Garrincha. Esta é a segunda edição do evento, que volta a Brasília ainda mais forte, distribuindo a maior pontuação e a maior premiação da temporada: US$ 55 mil.

E além dos jogos em si, quem for à arena contará com diferentes atrações no espaço montado para o evento: uma arena de 10.000 m², com 11 quadras, duas delas com arquibancada, uma para 500 pessoas e outra uma superquadra para 2.000 pessoas.  O público terá Praça de Alimentação com diversas opções, muro de escalada, miniquadra de Beach Tennis, ações de ativações com diversos brindes, Boulevard com grandes marcas e apresentações musicais.

Na quarta-feira, a arena será aberta às 11h e a programação segue até 21h, para a disputa do qualifying. Entre quinta-feira, feriado, e sábado, o início está marcado para as 9h, também com jogos ao longo do dia e até a noite. No domingo, as partidas irão das 9h às 18h. Assim, são vários horários para o público aproveitar as atrações e ver de perto os principais jogadores do Brasil e de mais 16 países em Brasília, na modalidade que mais cresce em todo mundo, tendo se transformado nos últimos anos em uma verdadeira “febre” entre os brasileiros.

“Será um feriado de muita disputa para os participantes do torneio e, também de muito lazer para o público. Preparamos atrações especiais e uma grande infraestrutura para que todas possam acompanhar os jogos, assim como aproveitar o evento como um todo”, afirma Bruno Ferreira, diretor do torneio.

Ingressos à venda - Os ingressos já estão à venda, com preços a partir de R$ 30,00. São quatro opções: Groundpass, Espaço Classic, Camarote C e Camarote B. E é possível comprar pacotes para os quatro dias do evento - de 16 a 19. Na quarta-feira (15), qualifying, a entrada é gratuita. 

Maiores informações estão no link https://www.bilheteriadigital.com/itf-sand-series-2022-brasilia-16-de-junho, onde é feita a compra dos ingressos. 

O World Tour Sand Series Classic reúne os torneios mais importantes e com maior premiação do Beach Tennis, como os Grand Slams do tênis. E o Brasil, hoje, é considerado o epicentro mundial da modalidade, com arenas e centros do esporte em diferentes cidades. Das 2 milhões de pessoas que jogam no mundo, 800 mil estão no País. 

Uma das principais novidades para este ano é a parceria do torneio com a Decathlon, maior loja de artigos esportivos no mundo, que chega ao evento com a marca própria Sandever, especializada em Beach Tennis.  A empresa marcará presença na competição desde a bola oficial até as raquetes e redes. Todos os produtos foram desenvolvidos por praticantes e em parceria com atletas internacionais para garantir a melhor qualidade técnica e prazer na prática do esporte. 

O ITF Sand Series Decathlon Brasília Classic’22 é apresentado pelo Banco BRB, com patrocínio máster da Decatlhon e apoio máster da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. O evento tem o patrocínio da Alto Giro e da Coca-Cola Sem Açúcar, contando também com o apoio do SESC, do Grupo Lig, da Reitec Fibra, da Granado, da Secretaria de Esporte e Lazer do Governo do Distrito Federal, da Administração do Plano Piloto e do Hospital Brasília que faz parte da Dasa, maior rede de saúde integrada do Brasil.

É um evento oficial da International Tennis Federation, da Confederação Brasileira de Tênis e da Federação Brasiliense de Tênis, com a realização do Instituto Pró Brasil e promoção da Zenith Marketing.

Programação
Dia 15 (quarta) - Abertura da arena às 11h; 12h às 20h – Qualifying.
Dia 16 (quinta) - Abertura da arena às 9h; 10h às 12h – Qualifying; 12h às 21h – 1ª Rodada – Chave Principal.
Dia 17 (sexta) - Abertura da arena às 9h; 10h às 14h – Oitavas de Final – Chave Principal; 15h30 às 21h – Quartas de Final – Chave Principal.
Dia 18 (sábado) - Abertura da arena às 9h até 23h - com Semifinais e Finais Masculina e Feminina.
Dia 19 (domingo) - Abertura da arena às 9h até 18h - com quartas de final, semifinais e final de Duplas Mistas.

Credenciamento de imprensa - Os veículos interessados em cobrir o ITF Sand Series Decathlon Brasília Classic’22 devem enviar solicitação de credenciamento para o e-mail redacao@zdl.com.br. É preciso informar o nome do veículo de imprensa, editoria, nome e cargos dos profissionais, juntamente com e-mail e fone de contato.

Celso Hartmann*


A educação básica brasileira está em constante evolução. Hoje, encontramos uma infinidade de artigos sobre o novo Ensino Médio e como os itinerários formativos estimularão os jovens a valorizarem essa importante etapa da vida, possivelmente contribuindo para a melhora dos indicadores da educação brasileira. Da mesma forma, encontramos facilmente muitos recursos tecnológicos que prometem trazer as escolas para o século XXI: corretores de redação, plataformas adaptativas, e as inteligências artificiais, que prometem analisar cada estudante e oferecer o melhor caminho para os indivíduos, prevendo as oportunidades para alunos no ensino superior.

Essa evolução é necessária e há muito é esperada, porém, encontra, nas fileiras escolares, uma dificuldade adicional para sua efetiva adoção: a precariedade da formação docente brasileira. O ENADE, principal balizador da qualidade dos novos formados, traz números preocupantes: dos estudantes de pedagogia e licenciatura avaliados em 2017, ano do último teste aplicado a estes profissionais, mais de 60% tiveram notas ruim ou péssima, e apenas 1% nota excelente (fonte: https://bit.ly/37Onvt1); um alerta que não pode ser ignorado pelas escolas.

Partindo-se da premissa de que as novas ferramentas tecnológicas não abdicam da figura do professor como mediador dentro da sala de aula, é possível afirmar que um profissional com formação deficiente, munido dos mais modernos recursos disponíveis, não será capaz de ministrar aulas melhores. Tal qual o engenheiro que não sabe fazer cálculos corretamente, e não consegue se beneficiar totalmente de ferramentas de CAD, o professor com formação precária não conseguirá elaborar as melhores trilhas de aprendizado para os seus alunos, independentemente dos recursos disponíveis.

Qual a solução para essa questão? Grandes grupos educacionais, fundações e alguns governos vêm apresentando alternativas para a formação docente continuada, colocando à disposição dos professores plataformas com cursos complementares e contato com metodologias de ensino eficazes, amplamente testadas, além de trabalharem aspectos técnicos de cada disciplina. 

Você é professor e não sabe onde iniciar sua pesquisa? Procure o núcleo de educação do município onde trabalha, bata à porta de escolas particulares, solicite uma conversa com coordenadores e diretores e pergunte, diretamente, o que estas organizações valorizam em seus profissionais e se elas possuem dicas de ferramentas para atualização. Garanto que muitos profissionais se sentirão honrados em poder ajudar colegas de profissão.

Alternativas de formação não faltam: de portais eletrônicos passando por encontros de professores, pelos quais os mais experientes passam seu conhecimento para os mais jovens. As escolas não podem se furtar de oferecer alternativas e de cobrar que seus professores estudem e desenvolvam suas habilidades docentes. Da mesma forma, um bom profissional não pode deixar o seu próprio desenvolvimento de lado, e deve procurar trabalhar em instituições que apoiem e valorizem professores que gostam de estudar. 

As escolas que entendem o poder da formação docente oferecem aos seus professores o acesso a várias formas de se atualizar, de aprender mais, o que acaba retornando em benefício dos estudantes, que tendem a apresentar resultados melhores, e do próprio professor, que se torna um profissional adequado às demandas dos tempos atuais. Assim, todos se beneficiam, e a comunidade onde a escola está inserida cresce como um todo. Um mundo em constante evolução demanda profissionais e organizações em contínua atualização. Sejamos nós, escola, embaixadores da evolução contínua.

*Celso Hartmann é diretor executivo dos colégios do Grupo Positivo.

 

 

internet


                       Doação de sangue: um gesto de amor

 

Campanha Junho Vermelho tem o objetivo de conscientização sobre o ato de doar sangue: saiba como contribuir com a corrente do bem

 

O mês de junho é dedicado à mobilização da sociedade para a doação de sangue. Criada com o intuito de conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de sangue, a campanha anual Junho Vermelho é uma ação realizada durante todo o mês que objetiva incentivar o cidadão a ser doador.

Doações de Sangue são fundamentais para manter os estoques adequados nos bancos de sangue e garantir que os pacientes possam receber transfusões de hemocomponentes sempre que necessário. Uma bolsa de sangue pode beneficiar até quatro pessoas em situações diversas, como em cirurgias, tratamentos de doenças crônicas, como a doença falciforme, talassemia, tratamento de câncer, procedimentos cirúrgicos, acidentes automobilísticos, entre outras situações em que seja necessária a transfusão. Todos podem ajudar a salvar vidas.

Um suprimento adequado de sangue só pode ser garantido através de doações regulares e voluntárias. Por isso, a importância de ter um dia especial para agradecer aos doadores e incentivar mais pessoas em todo o mundo a se tornarem salvadoras, oferecendo-se voluntariamente para doar sangue de modo regular.

De acordo com o hematologista do Hospital Brasília, Dr. Diogo Kloppel muitas pessoas têm doenças que comprometem a produção do sangue e/ou apresentam sangramentos e, por isso, necessitam de transfusões de sangue. A doação periódica é de suma importância para manter os estoques suficientes nos bancos de sangue a fim de atender essa demanda.

Em meio aos diversos impactos provocados pela pandemia, como afastamento de pacientes de consultas e exames de diagnóstico precoce, o hematologista alerta que é preciso que as pessoas voltem a doar sangue. “A transfusão de sangue salva vidas, é preciso conscientizar a população de que a doação é um ato de amor ao próximo. Durante o inverno é comum que os bancos de sangue tenham dificuldades em manter estoques adequados devido às doenças sazonais que ocorrem nessa época, como as síndromes gripais, que são as mais comuns. E com mais de dois anos de pandemia do coronavírus esse risco de desabastecimento tem sido ainda maior e por isso é tão importante conscientizar e incentivar as pessoas a doarem sangue nesse momento”, destaca o médico.

De acordo com o hematologista, a doação de sangue é um procedimento seguro e que dura cerca de 40 minutos. “Uma pessoa adulta tem, em média, cinco litros de sangue, e em cada doação é retirado cerca de 400 ml de sangue do doador. Não é preciso fazer a reposição, pois nosso próprio organismo repõe esse volume em 24 horas e o procedimento é realizado oferecendo toda a segurança necessária ao doador”, diz.

O Dr. Diogo explica a seguir o que é preciso, como doar sangue nesse momento e quem está apto para doar.

- Ter entre 16 e 69 anos. Mas atenção! Menores de 18 anos precisam ter autorização dos pais ou responsáveis, e idosos devem ter realizado pelo menos uma doação de sangue antes dos 60 anos;

- Pesar mais de 50 quilos;

- Dormir pelo menos seis horas na noite anterior;

- Evitar ingerir bebida alcoólica 12 horas antes;

- Não fumar nas 2 horas anteriores à coleta e esperar;

- Não apresentar nenhum sintoma gripal.

Ainda vale lembrar que, após a doação, homens precisam aguardar 2 meses para doar novamente e mulheres devem esperar 3 meses.

“A doação periódica é de suma importância para manter os estoques nos bancos de sangue a fim de atender à demanda”, alerta o hematologista.


                                                                                     Hematologista do Hospital Brasília/Dasa, Dr. Diogo Kloppel


Como doar sangue em tempos da Covid-19?

Segundo recomendação do Ministério da Saúde e da Anvisa  (Agência Nacional de Saúde Suplementar – Nota Técnica 5/2020-CGSH/DAET/SAES/MS), as seguintes orientações devem ser seguidas:

Os candidatos que viajaram ou que sejam procedentes de países com transmissão local da doença serão considerados inaptos para a doação, por um período de 14 dias após a chegada da viagem;

Candidatos que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoa com diagnóstico clínico ou laboratorial do novo coronavírus, o período de inaptidão será de 14 dias após o último contato;

Candidatos à doação de sangue que estejam em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica, devido a sintomas de possível infecção pelo Sars-CoV-2, serão considerados inaptos pelo período que durar o isolamento (no mínimo 14 dias), caso não apresentem sintomas;

Paciente curado de Covid-19 pode doar sangue?

Pessoas que tiveram diagnóstico clínico ou laboratorial de infecção pelo novo coronavírus serão consideradas inaptas por um período de 30 dias após a completa recuperação da doença – isto é, quando estiverem sem nenhum sintoma ou sequelas que possam contraindicar a doação.

Se você se enquadra nos pré-requisitos, não deixe de doar. O Hemocentro São Lucas, parceiro do Hospital Brasília, é um dos locais onde é possível fazer sua doação.  Para outras informações ou agendar seu atendimento, ligue: (61) 3248-7272.

 


 




                                                                      

Gordura no fígado pode causar cirrose hepática

 

Conheça as causas, diagnóstico e como ter sucesso no tratamento

 

Esta semana é dedicada ao combate à esteatose hepática, um dos problemas mais frequentes relacionados ao fígado, e que afeta 20% a 30 % da população mundial de acordo com a Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH). A gordura no fígado, também conhecida como esteatose hepática ou doença hepática gordurosa não alcoólica, se caracteriza pelo acúmulo excessivo de gordura nas células do fígado.

A doença hepática gordurosa pode estar relacionada a uma série de fatores, como a obesidade, hepatites virais, perda rápida de peso, uso de medicações como corticoides, entre outros. De acordo com a hepatologista do Hospital Brasília Natália Trevizoli, a maioria dos casos possui evolução benigna; no entanto, em alguns casos pode ocorrer inflamação hepática relacionada à esteatose (esteatohepatite), com progressão para a cirrose hepática em até 30% dos pacientes. “Nessa situação, aumenta-se consideravelmente o risco do carcinoma hepatocelular (câncer do fígado)”, destaca a dra. Natália.

O melhor tratamento para a esteatose hepática é a mudança dos hábitos de vida do paciente. Segundo a especialista, a interrupção do uso do álcool, o controle do peso, a dieta supervisionada e a atividade física regular são fatores que podem contribuir para a boa evolução do tratamento. “Se o paciente seguir as orientações terapêuticas, a gordura no fígado pode desaparecer, ou pode-se interromper a progressão para estágios mais graves da doença”, reforça a médica.

Além disso, existem também medicações específicas para a inflamação associada à esteatose, além do tratamento para as condições clínicas associadas como diabetes e dislipidemia. “Em se tratando de doenças relacionadas ao fígado, a melhor opção é sempre a prevenção e o diagnóstico precoce”, enfatiza a hepatologista.

Diagnóstico

Como se trata de uma doença silenciosa, o diagnóstico é feito por meio de exames de imagem que detectam desde os casos mais leves aos casos mais acentuados. De acordo com a médica radiologista Rayana Ribeiro Daher, do Exame Medicina Diagnóstica/Dasa, o diagnóstico pode ser feito por meio da ultrassonografia do abdome, da tomografia computadorizada ou da ressonância magnética. “O método mais indicado para o rastreio da doença é a ultrassonografia, pois é um método com alta sensibilidade, um menor custo e maior disponibilidade para os pacientes”, destaca a radiologista.

Segundo a especialista, o exame é realizado por um médico, sem a utilização de radiação, e alguns sinais podem indicar a presença ou ausência da esteatose.  A médica afirma que, em caso positivo, é possível classificá-la em grau 1, com leve acúmulo de gordura; grau 2, com moderado acúmulo de gordura; ou grau 3, com acúmulo de gordura acentuado. “Esse exame vai auxiliar o médico assistente a indicar o melhor tratamento para o paciente”, conclui. 

A avaliação deve ser complementada com exames laboratoriais. Hoje em dia também há métodos não invasivos de avaliação de fibrose hepática. E em alguns casos, é necessária a realização da biópsia.



Um dos maiores nomes da música brasileira, o cantor Thiaguinho se prepara para animar os fãs com o show da turnê Infinito na capital mineira. No dia 06 de agosto, sábado, a partir das 20h, ele se apresenta no Espaço Olhos d'Água, trazendo composições inéditas e grandes sucessos. Os ingressos para o evento, que vai contar ainda com as apresentações de Thiago Martins e DJ Biffaum, já estão disponíveis por meio do site da Meep: https://www.meep.com.br/tour-infinito-thiaguinho.

Para Thiaguinho, a paixão pela música foi cativante nesse projeto que vai desembarcar em Belo Horizonte. "A alegria que eu sinto em cantar é infinita. O amor que eu sinto pela música é infinito. A música é divina e Deus é infinito. Então, é uma homenagem a tudo isso", afirma o cantor sobre o projeto Infinito.

O palco e a cenografia do novo projeto foram assinados por Zé Carratu e já a produção musical do novo álbum, tem direção do renomado produtor Prateado, parceiro de Thiaguinho há mais de 17 anos, inclusive no último álbum 'VIBE'. O segundo volume do trabalho foi o primeiro lançamento de Thiaguinho através de sua própria gravadora, a Paz & Bem. Já o material é distribuído por meio da Altafonte Brasil. "Posso afirmar que esse projeto tem um lugar enorme no meu coração", comenta Thiaguinho.

Para que todos cheguem no show com as músicas na ponta da língua, os vídeos de todas as faixas do novo projeto do cantor Thiaguinho já estão disponíveis no canal oficial do artista no YouTube. "Espero que os fãs, que sempre me acompanham de perto, sintam o carinho que toda a minha banda e equipe depositou nesse projeto. Esse é um álbum muito especial para mim. Espero que todos se divirtam, se emocionem e que o nosso carinho e a nossa troca seja infinita, porque o amor que sinto pela música e pelos fãs é infinito", conclui o cantor.

Serviço

Thiaguinho desembarca em BH com show da turnê "Infinito"

Shows: Thiaguinho, Thiago Martins e DJ Biffaum

Data: 06 de agosto – sábado

Local: Espaço Olhos d' Água

Horário: a partir das 20h

 

Ingressos:

Feminino: R$80

Masculino: R$90

Vendas: https://www.meep.com.br/tour-infinito-thiaguinho

 


Livre de vírus. www.avast.com.


O Akatu, grupo mineiro de pagode, segue conquistando cada vez mais espaço. Considerada atualmente como uma das maiores revelações do estilo musical no país, a banda, formada por Angelo (reco e voz), Caique (tantan e voz), Lucas (pandeiro), Lukas Gabriel (voz) e Beg (voz), comemora a marca de mais de 1 milhão de views, em uma semana, na canção Ela é Quem Escolhe, gravada em parceria com os brasilienses do Menos É Mais. A faixa faz parte do DVD Degrauzinho Por Degrauzinho, registrado em Belo Horizonte, e pode ser vista por meio do canal oficial dos pagodeiros no YouTube.

De acordo com o vocalista Beg Candeia, ver os números alcançados pela nova música foi uma grata surpresa. "Todas as canções que fazem parte do nosso DVD são trabalhadas para alcançar o maior número de pessoas possível, mas Ela é Quem Escolhe está crescendo mais rápido do que imaginávamos. Dividir os vocais com o Duzão do Menos é Mais foi uma honra e acredito que quem assiste ao vídeo consegue sentir um pouco da energia contagiante que foi aquele momento", comemora.

O músico destaca que outras novidades do Akatu vêm por aí. "Esse foi um trabalho muito bem-produzido e que nos entregamos totalmente para trazer um resultado especial. Ver o público que nos acompanha abraçando as canções do audiovisual tão rapidamente é mais do que satisfatório para todos nós, pois foram dias de total dedicação até chegarmos na gravação do trabalho na capital mineira. Ver tanta gente torcendo e mandando boas vibes e bastante carinho para nós, é algo indescritível, por isso, vamos trabalhar cada vez mais para surpreender as pessoas que gostam do nosso som", conclui Beg Candeia.

Sucesso

De Minas Gerais para o mundo. Assim pode ser definido o Akatu, que é hoje uma das bandas de pagode mais tocadas em todo o país. O hit que está estourado nas rádios nos quatro cantos do Brasil é Complicado, que faz parte do mais recente trabalho, Degrauzinho por Degrauzinho, com mais 3,4 milhões de views no YouTube.  

A música Complicado conquistou o planeta e, antes mesmo de ser gravada no mais recente DVD, caiu nas graças do jogador Neymar Jr., que compartilhou um trecho da canção em sua conta do Instagram, com mais de 160 milhões de seguidores. Além dele, o craque Thiago Silva, também postou para os seus 18 milhões de seguidores, parte de outro vídeo do projeto, marcando a banda de Minas Gerais nas redes sociais.

Grupo Akatu

O Akatu foi criado em 2015 e é hoje uma das maiores revelações do samba e pagode nacional. Com mais de 113 milhões de visualizações no YouTube, 200 milhões de streams e quase 1 milhão de ouvintes mensais no Spotify, além dos mais de 342 mil seguidores no Instagram, a banda, que há pouco tempo agitava apenas as noites de Belo Horizonte, conquistou o Brasil e segue com agenda de shows em vários estados, figurando suas canções entre as mais tocadas nas rádios de todo o país.

Desde o início da carreira, além de animar os shows, o Akatu sempre esteve focado nas produções de registros audiovisuais. Em 2017, lançou o CD "Meu Momento" e no ano seguinte o DVD "Vamo Cantar". Já em 2020, foram três trabalhos: "Ensaio Akatu", "Akatu Relax", "Luau Akatu", e "Encontro de Gerações", gravado com o Revelação.

Em janeiro de 2021, gravou o DVD Degrauzinho por Degrauzinho, ao vivo em Belo Horizonte, que contou com uma megaprodução, palco repleto de efeitos especiais e telões de led. O trabalho teve Belo, Suel, Ferrugem, Menos é Mais, Di Propósito e Matheus Fernandes como participações especiais.

Letra de Ela quem Escolhe

Composição: Gabrielzinho / Nego Feijão

Chegou na balada com a cara amarrada

Não mexe com ela não mexe com ela

Solteira na pista mas ela é das braba

Não mexe com ela não mexe com ela

Se for, vai de mansinho e seja bem educado

Pra não correr o risco de levar esculacho

Porque essa menina não depende de macho pra porra nenhuma, pra porra nenhuma

Só porque ela gosta de curtir pagode

Não significa que ela vai dar mole

Samba porque pode, desce porque pode

Se fica ou não fica, ela que escolhe

Derererere derererere

Chegou na balada com a cara amarrada

Não mexe com ela não mexe com ela

Solteira na pista mas ela é das braba

Não mexe com ela não mexe com ela

Se for, vai de mansinho e seja bem educado

Pra não correr o risco de levar esculacho

Porque essa menina não depende de macho pra porra nenhuma, pra porra nenhuma

Só porque ela gosta de curtir pagode

Não significa que ela vai dar mole

Samba porque pode, desce porque pode

Se fica ou não fica, ela que escolhe

Só porque ela gosta de curtir pagode

Não significa que ela vai dar mole

Samba porque pode, desce porque pode

Se fica ou não fica, ela que escolhe

Derererere derererere

Chegou na balada

 


Livre de vírus. www.avast.com.

Governador tem o dobro ou mais de intenção de votos que os rivais



O instituto Paraná Pesquisa realizou levantamento de intenção de votos em todo o Distrito Federal e atestou a liderança do atual governador, Ibaneis Rocha (MDB), na disputa pelo Palácio do Buriti, em outubro.

A consolidação da liderança de Ibaneis pode ser verificada na pesquisa espontânea, em que o entrevistado é solicitado a informar em quem pretende votar. Nessa modalidade, não é exibida uma lista de pré-candidatos ao entrevistado.

Na pesquisa espontânea, Ibaneis Rocha lidera com 17,3% das menções espontâneas, seguido de (José Roberto) Arruda (PL), com 2,1%. Em 3º lugar aparece o senador (José Antônio) Reguffe (Podemos), com 0,6% das citações, mesmo percentual de Leandro Grass (PV).

Seguem-se na pesquisa espontânea Flávia Arruda (PL), Izalci Lucas (PSDB) e Leila do Vôlei (PDT), todos com 0,5%. O ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB) é citado apenas por 0,4% dos entrevistados, enquanto Rafael Parente (PSB) aparece com 0,2% e Keka Bagno (Psol) 0,1%.

Veja a pesquisa espontânea para o governo do DF:
Importante também é o percentual de indecisos, na pesquisa espontânea: 68,2%. Responderam "ninguém", "branco" ou "nulo" 8,4%.

Já no levantamento estimulado, quando os entrevistados são confrontados com uma lista de nomes, em um primeiro cenário, que inclui a candidatura de Flávia Arruda, o governador Ibaneis Rocha lidera com folga, somando 40% das intenções de voto, quase o dobro dos 22,1% atribuídos à ex-ministra da Secretaria de Governo do presidente Jair Bolsonaro.

Nesse primeiro cenário estimulado, a senadora Leila do Vôlei surge em terceiro lugar, com 11,6%, seguida de Grass (3,4%), Parente (2,3%) e Bagno (0,7%).

Ja no primeiro cenário estimulado, o percentual de indecisos despenca: 7% não sabem ou não responderam e 12,9% afirmam a intenção de votar "branco", "nulo" ou afirmam não optar por nenhum dos candidatos listados.

Veja a pesquisa estimulada para governador do DF:

Em outro cenário da disputa para o governo do DF, sem Flávia Arruda e com Reguffe na disputa, a liderança do atual governador Ibaneis Rocha se amplia mais: ele soma 41,1%, contra 16% do senador.

Nesse cenário, Leila vai a 12,5%, enquanto Grass fica praticamente no mesmo lugar, com 3,4%, assim como Parente (2,5%) e Bagno (0,7).

Também neste cenário estimulado, o percentual de indecisos registra queda acentuada, em relação à pesquisa espontânea: 7.9% dizem que não sabem ou não responderam e 15,6% dizem que votarão "branco", "nulo" ou não optar por nenhum dos candidatos citados.

Veja outro cenário na disputa para governador do DF:


Flávia lidera para o Senado, seguida de Damares
O levantamento do Paraná Pesquisas confirma ainda outra certeza, no quadro político eleitoral do DF: se for candidata ao Senado, a deputada e ex-ministra Flávia Arruda pode ser considerada "com a mão na taça".

De acordo com a pesquisa, Flávia lidera com 35,6% das intenções de voto para o Senado, enquanto a também ex-ministra Damares Alves (Republicanos) surpreende em segundo lugar, com 21,4%.

Paula Belmonte (Cidadania), atual deputada federal, tem 6,2% das promessas de voto, e em 4º surge a sindicalista Rosilene Corrêa (PT), com 3,3%, e Paulo Roque (Novo), que soma 2,2%.

Em um segundo cenário para o Senado, sem Flávia Arruda e com Reguffe na disputa, o atual senador está rigorosamente empatado com Damares Alves, cada um deles com 21,4%.

Incluído nesse segundo cenário, o ex-governador e empresário Paulo Octavio (PP) surge em 3º, com 11,4% para o Senado, seguido de Belmonte (5,9%), Corrêa (3,2%) e Roque (2,3%).

O Paraná Pesquisas entrevistou presencialmente 1.540 eleitores em todas as regiões administrativas do Distrito Federal, entre os dias 6 e 10 de junho. A pesquisa foi registrada no TSE sob nº DF-09171/2022.

Após ficar dois anos sem acontecer, o Pedro Leopoldo Rodeio Show finalmente chegou para matar a saudade das pessoas de todo o Brasil que participaram das quatro noites de festa. Nos dias 03, 04, 10 e 11 de junho, o evento, que contou com quatro palcos, recebeu os maiores nomes da música brasileira e até uma atração internacional. No último final de semana, o tão esperado rodeio em touros emocionou quem esteve na arena.

A noite da primeira sexta-feira, 03 de junho, foi iniciada com um show do sertanejo Caíque Costa, no palco Talentos da Terra. O palco principal recebeu Bruno & Marrone, Gusttavo Lima, Dendelzinho e a atração internacional, Sevenn. A festa continuou no Camarote Ala Vip com Bruno Diegues, ex-vocalista do grupo Jeito Moleque, que fez o pagode dominar a primeira madrugada do Pedro Leopoldo Rodeio Show 2022, que teve ainda o agito eletrônico no Camarote Fusion, com NJ DJ.  

O sábado, 04 de junho, foi iniciado com modões sertanejos e grandes sucessos interpretados pela dupla Carlos & Henrique, no palco Talentos da Terra. O palco principal teve os shows transmitidos ao vivo para todo o Brasil por meio do Multishow, que exibiu com exclusividade as apresentações de Jorge & Mateus e Os Barões da Pisadinha. A festa seguiu madrugada adentro com um gostinho do carnaval de Belo Horizonte, com um show animado dos Baianeiros na Ala Vip e as batidas eletrônicas no Camarote Fusion, com Edu Peixoto.

No final de semana seguinte, os trabalhos foram iniciados na sexta-feira (10) com o lindo show pirotécnico e as emoções do rodeio na arena. O palco Talentos da Terra apresentou os violeiros Zé Paulo e Léo Pedra, que representaram muito bem o sertanejo raiz. O palco principal recebeu Israel & Rodolffo, Clayton & Romário, João Neto & Frederico e Dennis DJ. A mistura de ritmos tomou conta do Camarote Ala Vip, com Chris Pipino, e a badalação eletrônica foi comandada por White Sheep no Camarote Fusion.

A última noite do Pedro Leopoldo Rodeio Show já começou com gostinho de saudade. Após o show pirotécnico e as emoções do rodeio em touros, os violeiros voltaram ao palco Talentos da Terra para aquecer o público, que, em seguida, cantou e dançou até o amanhecer com os sertanejos Henrique & Juliano, o agito eletrônico do Alok e a mistura de funk e eletrônico de Bárbara Labres. A banda do bloco Chama o Síndico ficou responsável pela despedida do palco Camarote Ala Vip e o DJ Skog encerrou a balada no Camarote Fusion.

PLRS Experience

Enquanto o público aguardava a chegada do segundo fim de semana de festa, as manhãs de terça-feira (07) e quarta-feira (08) foram bem animadas no Parque de Exposições Assis Chateaubriand. É que a estrutura montada para sediar o Pedro Leopoldo Rodeio Show foi utilizada para receber o PLRS Experience, que reuniu estudantes universitários da Una, de escolas públicas municipais da cidade e da Escola Gerencial do Sebrae para conhecerem o local onde é realizado o maior e mais tradicional evento da região, além de assistirem palestras com vários profissionais que atuam na produção da festa e na cadeia da cultura e do entretenimento.  

A primeira manhã do PLRS Experience foi realizada em parceria com o Sebrae e a Una. Estiveram presentes universitários da instituição de ensino, que assistiram a palestra ministrada pela empresária Priscilla Gomes, que abordou os eventos de entretenimento como possibilidades de experiência para o consumidor e oportunidades de negócios para empreendedores. No mesmo dia, Fernanda Fontes, que atua como consultora de marketing no Sebrae Minas, apresentou a palestra com o tema "Você é o seu maior empreendimento - modelo de negócio pessoal", que mostrou maneiras de adaptar habilidades às necessidades de mudança do mercado e para a vida.

No dia seguinte, quarta-feira (08), mais de 450 estudantes das escolas municipais de Pedro Leopoldo e da Escola Gerencial do Sebrae estiveram presentes na iniciativa. Mediados pelo jornalista Heberton Lopes, assessor de imprensa do Pedro Leopoldo Rodeio Show, os painéis mostraram um pouco de como acontece um dos maiores eventos de Minas Gerais. A iniciativa foi marcada pelo compartilhamento de experiências e conhecimentos, com as presenças de vários profissionais que são ligados direta ou indiretamente ao Pedro Leopoldo Rodeio Show e à cidade.

Participaram dos painéis: Ângela Paulo, coordenadora de comunicação do festival; Gilberto Viana, produtor do evento; Patrícia Rafael, Secretária Municipal de Cultura, Esporte, Lazer, Juventude e Turismo; Cláudia Maria Resende, Secretária Municipal de Educação; Samuel Freitas, professor da Escola Gerencial do Sebrae, além de oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, que, ao lado do engenheiro de segurança do evento, Carlos Ângelo, falaram sobre a importância do trabalho preventivo para que a festa aconteça.

A Polícia Militar de Minas Gerais marcou presença com uma palestra sobre meio-ambiente, ministrada pelo Sargento Alexander. O Sargento Félix aproveitou a oportunidade para desttacar o aniversário de 247 anos da corporação e o lançamento da série Segunda Pele, que está disponível no YouTube. 

Para fechar com chave de ouro, o CEO do Pedro Leopoldo Rodeio Show, Tiago de Brito, contou um pouco da história do evento e como aquela foi a realização do sonho de estar à frente de uma das mais importantes festas de rodeio do país. "Eu queria mostrar que quando se tem um objetivo e se batalha por ele, é possível sim realizar sonhos. Eu, que era um peão, hoje tenho a responsabilidade de realizar esta festa que faz parte de um circuito nacional e é uma das principais do Brasil", relata o empreendedor.

Após a história inspiradora do responsável pela existência do Pedro Leopoldo Rodeio Show, os presentes foram animados pela banda AMOS, formada por oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais. O show, com o repertório baseado em MPB e pop rock nacional, colocou os estudantes para cantar e dançar. Entre uma música e outra, o vocalista, Capitão Adriano, compartilhava dicas de segurança e interagia com alunos e professores, que espantaram o frio e encerraram a primeira edição do PLRS Experience com alto astral e muita alegria.

Polícia Militar abraça o evento

A edição histórica do Pedro Leopoldo Rodeio Show foi, também, o palco da comemoração dos 247 anos da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). Na celebração, o público curtiu de perto a apresentação do Trio Patrulha Rural, com clássicos da música sertaneja. Além disso, a corporação trabalhou muito para preservar a segurança e manter a ordem na cidade.

O Tentente Coronel Flávio, comandante da unidade da PM responsável pelo evento, destaca a sua satisfação pelo trabalho realizado de forma integrada com os demais órgãos de segurança pública. "Gostaria de agradecer à Secretaria Municipal de Segurança Pública, TransPL, Guarda Civil e Defesa Civil, que atuaram com competência e entusiasmo. Durante os quatro dias de evento, não tivemos qualquer ocorrência de maior relevância, fato que merece ser muito comemorado. Essa missão marcará a cidade de Pedro Leopoldo no que se refere a segurança pública por muito tempo", salienta.

Números que impressionam

A grandiosidade da 17ª edição do Pedro Leopoldo Rodeio Show pode ser percebida facilmente por meio das imagens compartilhadas nas redes sociais. Mas, por trás dos palcos cuidadosamente montados e decorados e dos camarotes badalados, um verdadeiro time esteve empenhado para que tudo pudesse acontecer. "Para a edição de 2022, foram gerados mais de 1500 empregos, diretos e indiretos, nas mais diversas funções, como, seguranças, brigadistas, agentes de trânsito, enfermeiros, profissionais da saúde, montadores, carregadores, atendentes de bares e muitos outros profissionais", finaliza Tiago de Brito, CEO do festival, que garante: em 2023 vai ter mais festa, emoção e alegria. 




Livre de vírus. www.avast.com.

Crédito: Rebecca Leão


Francis Ricken*


A colocação do presidente Bolsonaro nas pesquisas eleitorais e o índice de rejeição foram construídos a duras penas durante os seus anos de mandatos, com crises políticas, conflitos desnecessários e com escolha de agendas que agradam seu eleitorado cativo. O presidente criou antipatias e situações que fragilizam sua campanha à reeleição, algo incomum entre candidatos que têm a máquina pública na mão e a base de apoio que o presidente conquistou no Congresso Nacional.

Desde que a regra de reeleição foi estabelecida em 1997, todos os candidatos à presidência que concorreram pela segunda vez consecutiva foram reconduzidos ao cargo com disputas mais ou menos acirradas, mas a vitória foi conquistada. Tomando as pesquisas de intenção de votos para os governos estaduais, observamos que os candidatos à reeleição têm sido protagonistas nas disputas, o que demonstra a vantagem de estar em condição de disputar a reeleição. Se Bolsonaro não conseguir êxito no processo eleitoral de 2022, será o primeiro caso de um presidente que concorre à reeleição e não consegue seu objetivo. A vantagem dos candidatos a reeleição é enorme para qualquer cargo, afinal, ter conquistas políticas, recursos e capacidade de fazer uma campanha eleitoral de forma mais tranquila, facilita a recondução dos candidatos. Além disso, estar em um cargo como o de Presidente ou Governador, lhe dá a condição de fazer uso do próprio governo de maneira indireta no processo eleitoral, já que é muito improvável a separação entre a figura do candidato e a do político em exercício da função. Essa situação daria ao candidato Bolsonaro uma vantagem enorme e, em tese, o colocaria de forma destacada nas pesquisas de intenção de votos frente aos seus adversários, o que até o momento não tem se demonstrado, afinal, permanece em segundo lugar, e com Lula criando vantagem. Tal situação diz muito mais sobre a forma com a qual o presidente Bolsonaro conduziu seu governo do que propriamente sobre a campanha exitosa de seus adversários.

Bolsonaro sempre foi adepto do conflito, isso desde sua longa vida política na Câmara dos Deputados até sua condição de presidente. Teve conflitos com aliados próximos, com o partido que o elegeu, com parcelas das forças militares que lhe davam sustentação, com setores tradicionais do Congresso Nacional, com setores da sociedade civil que o apoiaram, com líderes mundiais e com uma parcela gigante do eleitorado, e isso pavimentou a rejeição à sua figura. Mesmo tendo a máquina do Poder Executivo em mãos e conseguindo a articulação do centrão no apoio à sua candidatura, pouco fez para estabelecer pontes políticas que lhe dessem tranquilidade na eleição de 2022. Se o candidato quiser conquistar o eleitorado e derrotar seu principal adversário terá que mudar, e muito, a condução de sua campanha eleitoral, afinal, Lula jogando parado teve mais resultados que Bolsonaro com todo o aparato estatal nas pesquisas de intenção de votos.

A campanha eleitoral é ingrata e geralmente cobra o preço quando os resultados não chegam rápido, principalmente quando falamos de candidaturas favoritas nos processos eleitorais. Os aliados políticos de primeira ordem percebem nos primeiros momentos do processo eleitoral se terão vantagem ou desvantagem em se aliar a figuras políticas que não desempenham o suficiente eleitoralmente, coisa que ficou muito clara na campanha presidencial de Geraldo Alckmin, em 2018, quando os partidos políticos que o apoiavam migraram para a candidatura de Bolsonaro nas últimas semanas de campanha.

A estratégia eleitoral escolhida pelos dois principais candidatos nas primeiras semanas de campanha de rua serão determinantes para a eleição do próximo presidente. Ambos são fortes, mas Bolsonaro tem a desvantagem de lutar contra dois adversários, Lula e contra si mesmo. 

*Francis Ricken é advogado, mestre em Ciência Política e professor da Escola de Direito e Ciências Sociais da Universidade Positivo (UP).

"Eu sou DJ" ensina a brincar com sons, ritmos e efeitos para desenvolver habilidades musicais


Créditos: divulgação/Aprende Brasil


Uma nota após a outra, com diferentes instrumentos musicais e batidas ritmadas, formam, em poucos minutos, uma composição digna dos maiores DJs do mundo. Mas quem está no comando dessa pick-up virtual são crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Gratuito e disponível on-line, o jogo “Eu sou DJ” é uma forma de incentivar o interesse dos pequenos pelo mundo da música.

De acordo com a editora de conteúdo digital do Sistema de Ensino Aprende Brasil e idealizador do projeto, Giselle Corso, o objetivo é estimular crianças de todo o país a conhecer melhor os diferentes elementos que formam uma música e desenvolver habilidades como a socialização e o raciocínio lógico. “O ‘Eu sou DJ’ foi a forma que encontramos para tornar o universo musical mais acessível para crianças de todas as idades e segmentos sociais. Como o jogo é on-line e gratuito, os pequenos podem passar um tempo de qualidade em contato com os elementos que formam esse universo”, pontua.

Criando uma mixagem do zero

Para muitas crianças, a oportunidade de brincar com as ferramentas de uma mesa de som é um momento para entrar em contato com sua própria criatividade. Primeiro elas precisam escolher que instrumentos musicais vão usar na composição. O jogo tem como opções guitarra, baixo e piano. “Essa também é uma forma de as crianças conhecerem melhor os sons e as funções de cada instrumento em uma música. Conforme selecionam o instrumento escolhido, elas podem ouvir o efeito que ele causa na peça final”, detalha Giselle.

Em seguida, elas selecionam a batida que querem acrescentar. Na mesa há techno, pop rock e maracatu e é possível selecionar uma, duas ou todas ao mesmo tempo. Ainda há quatro efeitos sonoros diferentes para acrescentar à música inteira ou a alguns pontos dela. Por fim, a criança vai definir a quantidade de batidas por minuto (BPM) que vai utilizar na composição. "As BPM são muito importantes no mundo da música, principalmente quando se fala em música eletrônica e música pop. São elas que determinam os diferentes gêneros e vertentes musicais. Também são elas que trazem identidade à música, fazendo com que aqueles que a ouvem se sintam mais calmos ou mais agitados", explica a idealizadora.

O “Eu sou DJ” faz parte de um conjunto de soluções de gamificação aplicada à Educação trazidas pelo Sistema de Ensino Aprende Brasil para a rede pública municipal de cidades espalhadas por todas as regiões do país. O jogo está disponível no site https://digital.aprendebrasil.com.br/SEQ/MARKETING/Eu_sou_DJ/ 

_______________________________________

Sobre o Aprende Brasil

O Sistema de Ensino Aprende Brasil oferece às redes municipais de Educação uma série de recursos, entre eles: avaliações, sistema de monitoramento, ambiente virtual de aprendizagem, consultoria pedagógica e formação continuada aos professores, além de material didático integrado e diferenciado, que contribuem para potencializar o aprendizado dos alunos da Educação Infantil aos anos finais do Ensino Fundamental. Saiba mais em http://sistemaaprendebrasil.com.br/.


Efeitos especiais e figurinos especialmente criados para fazer a conexão entre as crianças e adultos por meio dos personagens, além de muitos momentos divertidos e recheados de aventuras. É assim que a peça 'Encanto Família Madrigal', superprodução inspirada no filme 'Encanto', da Disney, que conta a história dos Madrigal, uma família que vive escondida numa casa mágica, nas montanhas da Colômbia, vai animar o público nos dias 25 e 26 de junho, sábado e domingo, a partir das 15h, no Teatro Municipal Newton Amaral Franco (Rua Pará de Minas 640, Centro – Betim/MG). Os ingressos antecipados para a peça podem ser comprados com desconto por meio do site https://centraldoseventos.com.br/encanto-a-familia-madrigal .

Neste espetáculo, a magia que cerca o Encanto contemplou todos os meninos e meninas da família Madrigal com um dom único, desde superforça até o poder da cura. Porém, menos Mirabel, uma das filhas da família foi tocada com o poder mágico. No entanto, quando ela descobre que a magia que cerca o local está em total perigo, decide, mesmo sendo a única integrante dos Madrigal sem poderes mágicos, a lutar e enfrentar os perigos que podem destruir o poder de seus parentes. Mesmo sem ter uma força especial, ela se torna a última esperança, já que pode salvar a magia dos familiares e da casa em que vivem.

A peça 'Encanto Família Madrigal' é uma apresentação voltada para toda a família com um cenário de encher os olhos do público. Além de muita magia e total diversão, a história de Mirabel e a Família Madrigal trazem uma importante mensagem para todos que assistem sobre a importância da união em família. Já o humor da peça musical fica por conta do maluco Tio Bruno, que tem momentos muito divertidos nesta aventura de tirar o fôlego. Um espetáculo especial e que vem encantando pessoas de todas as idades por onde passa.

Serviço

Musical 'Encanto Família Madrigal'

Data: 25 e 26 de junho – sábado e domingo

Horário: a partir 15h

Local: Teatro Municipal Newton Amaral Franco - Rua Pará de Minas 640, Centro – Betim/MG

Vendas: https://centraldoseventos.com.br/encanto-a-familia-madrigal

Inteira: R$80 - Meia: R$40

Promocional: R$60

*Doando 1 kg de alimento não perecível (arroz, feijão, macarrão e leite em pó)

*Meia entrada para estudante com carteirinha, menor de 14 anos e maior de 65 anos

Criança até 24 meses no colo não paga.

Ponto de vendas: Peixe & Cia - Praça Milton Franco, 104 – Centro – Betim/MG

Mais informações: (31) 98588-4512 (WhatsApp)



Livre de vírus. www.avast.com.

Monitores escolares e patrimoniais já podem se inscrever no processo seletivo para trabalhar no Sesc-DF. Para concorrer, o candidato precisa se cadastrar no site do www.sescdf.com.br, na aba de Processo Seletivo, até o dia 15 de junho

São seis vagas para Monitor Escolar e os aprovados receberão R$ 1.921,47 com carga de 40 horas semanais. Para quem tem curso nas áreas de atendimento, portaria e segurança patrimonial são três vagas e o salário é R$ 2.058,34 com carga semanal de 44h. Ambas as vagas exigem Nível Médio completo e seis meses de experiência profissional na área. O Sesc oferece auxílio alimentação/refeição, auxílio creche, seguro de vida e benefícios internos. O processo seletivo também é extensivo para as pessoas com deficiência (PCDs).

Processo Seletivo do Sesc-DF
Prazo de inscrição: até 15/6
Informações e inscrições: https://sescdf.empregare.com/pt-br/vagas                        

Pesquisa feita por telefone com 1.500 entrevistados entre os dias 6 e 7 de junho; margem de erro é de três pontos percentuais



Pesquisa TV Record/RealTime Big Data sobre a eleição para o governo do Distrito Federal, divulgada nesta quarta-feira (8), aponta que o atual governador, Ibaneis Rocha (MDB), lidera com 28% das intenções de voto no principal cenário. As eleições deste ano estão marcadas para outubro.

Na sequência, aparece José Roberto Arruda (PL), com 17%; e Reguffe (União Brasil), com 16%; empatados dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Leila Barros (PDT) tem 5%, e Leandro Grass (PV), 4%. Keka Bagno (PSOL) e Rafael Parente (PSB) aparecem com 1%. O candidato Lucas Salles (DC) não pontuou em nenhum dos cenários.

Em um segundo cenário, que substitui Leandro Grass por Rosilene Correia (PT), não há grandes mudanças.

Ibaneis mantém os 28%, Arruda vai a 18%, Reguffe oscila para 17% e Leila permanece com 5%. Rosilene registra 2%, e Keka e Parente têm 1%.

Em um cenário sem Reguffe e com Paula Belmonte (Cidadania), Ibaneis vai a 31%, e Arruda, a 20%. Leila aparece com 6%; Leandro Grass, com 4%; Parente e Belmonte, com 2%; e Keka, com 1%.

Para o principal cenário de segundo turno, a pesquisa projeta Ibaneis com 40% das intenções de voto, contra 31% de Arruda. Brancos e nulos chegam a 18% e os que não souberam ou não quiseram responder chegam a 11%.

Contra Reguffe, a vantagem do atual governador é menor. Ibaneis aparece com 37%, contra 27% do senador. Nesse cenário, brancos e nulos representam 19%, e os que não souberam ou não quiseram responder, 17%.

Confira abaixo os cenários.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para governador do DF

Cenário I

Ibaneis Rocha (MDB) – 28%
José Roberto Arruda (PL) – 17%
Reguffe (União Brasil) – 16%
Leila Barros (PDT) – 5%
Leandro Grass (PV) – 4%
Keka Bagno (PSOL) – 1%
Rafael Parente (PSB) – 1%
Lucas Salles (DC) – 0
Indecisos e não souberam responder – 15%
Brancos e nulos – 13%

Cenário II

Ibaneis Rocha (MDB) – 28%
José Roberto Arruda (PL) – 18%
Reguffe (União Brasil) – 17%
Leila Barros (PDT) – 5%
Rosilene Correia (PT) – 2%
Keka Bagno (PSOL) – 1%
Rafael Parente (PSB) – 1%
Lucas Salles (DC) – 0
Indecisos e não souberam responder – 15%
Brancos e nulos – 13%

Segundo turno

Intenção de voto estimulada para governador do DF

Cenário I

Ibaneis Rocha (MDB) – 40%
José Roberto Arruda (PL) – 31%
Indecisos e não souberam responder – 11%
Brancos e nulos – 18%

Cenário II

Ibaneis Rocha (MDB) – 37%
Reguffe (União Brasil) – 27%
Indecisos e não souberam responder – 17%
Brancos e nulos – 19%

Senado

Na disputa pelo Senado, Reguffe (União Brasil) aparece com 17%, empatado dentro da margem de erro com Damares Alves (Republicanos), Érika Kokay (PT), e Flávia Arruda (PL), todas com 16%.

Paulo Octavio (PSD) vem na sequência, com 7%. Paulo Roque (Novo) tem 2% das intenções de voto.

Brancos e nulos correspondem a 12%, e os que não souberam ou não quiseram responder, a 14%.

Em um cenário sem Reguffe, Flávia Arruda e Damares têm 17% das intenções de voto, empatadas dentro da margem de erro com Érika Kokay, com 16%.

Paulo Octavio aparece com 8%; Paula Belmonte (Cidadania), com 3%; e Paulo Roque, com 2%.

Brancos e nulos representam 17%, e os que não quiseram ou não souberam responder, 20%.

Foram ouvidos 1.500 eleitores, por telefone, entre os dias 6 e 7 de junho. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o código DF-0040/2022.

Segundo o instituto, o nível de confiança da pesquisa é de 95%.

O Sindicato do Comércio Atacadista do DF (Sindiatacadista-DF) lidera um grupo de atacadistas brasilienses que desembarcou ontem (dia 6) em Atibaia (SP) para participar do mais tradicional evento do setor, promovido pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (Abad). Trata-se da 41ª Convenção Anual do Canal Indireto – ABAD 2022 ATIBAIA, que vai até amanhã (8), reunindo cerca de 600 executivos do país inteiro

Participam do encontro as seguintes empresas do DF: Brago Distribuidora, Brassol Distribuidora, Comercial Alvorada, Disdal Distribuidora, Estrela Distribuição, Ferragens Pinheiro, Grupo Dia a Dia, Havaí Alimentos e Link Med - Foto: Renato Alves.

A proposta do encontro é preparar os empresários para os desafios empresariais, com foco em tecnologia e processos em benefício da gestão.

Na abertura, participaram do painel político conduzido pelo presidente da ABAD, Leonardo Miguel Severini, o deputado federal Efraim Filho (União-PB), presidente da Frente Parlamentar de Comércio e Serviços – FCS; o deputado Marco Bertaiolli (PSD-SP); e a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), além do presidente da CNDL e da Unecs, José César da Costa. Na oportunidade, eles debateram "O papel dos partidos políticos no Brasil que queremos".

Levantamento inédito
Uma novidade apresentada na convenção foi o levantamento inédito – realizado com quase dois mil colaboradores do setor – que mostra como está a relação do desempenho das empresas com o capital humano, social, ambiental e financeiro do atacado distribuidor. Realizado em parceria com a Economics of Mutuality Solutions – EoM, com patrocínio da indústria de bens de consumo MARS, o estudo buscou co-criar valor dentro do ecossistema, com oportunidades de crescimento coletivo que beneficia as empresas do setor, seus colaboradores, fornecedores e parceiros.

Alguns dos dados levantados chamam a atenção foi que 73% dos respondentes da pesquisa dizem que indicariam seu trabalho a outras pessoas, deixando claro que veem seu trabalho de maneira positiva; 75% desejam aprender novas habilidades e melhorar a educação, externando clara demanda por capacitação; num exemplo de confiança na solidez do setor e desejo de evoluir junto com o negócio, 81% acreditam que a empresa onde trabalham crescerá nos próximos três anos e 79% têm expectativa de que sua própria renda também cresça.

Pesquisa Mensal do setor
Durante a convenção, a ABAD anunciou a realização de pesquisas mensais, em parceria com a NielsenIQ, mostrando as tendências de crescimento do mercado atacadista e distribuidor.

"No primeiro trimestre deste ano, o PIB registrou elevação de 1,7% e o consumo das famílias cresceu 2,2% – ambos no primeiro trimestre de 2022 ante primeiro trimestre de 2021, com uma projeção de crescimento de 1,5% no ano. A manutenção do Auxílio Brasil, que impulsiona a compra de categorias de produtos de primeira necessidade, também é um fator favorável ao setor", explicou Daniel Asp, gerente de Business Intelligence da NilsenIQ.

Para Álvaro Silveira Jr, presidente do Sindiatacadista-DF, encontros desta natureza são fundamentais para o empresário saber lidar com situações que impactam no dia a dia de seus negócios. "Fazemos questão de estimular a participação de nossos associados neste tipo de evento", pontua.

6/10/2022 08:22:00 PM
Mais de 300 empresários, expoentes do mercado nacional, se reuniram na noite desta segunda-feira (6) em um grande jantar beneficente promovido pelo Grupo Mercado & Opinião no Palácio Tangará, em São Paulo. O evento promovido pelo grupo mobilizou centenas de representantes empresarias do país em prol da ONG Amigos do Bem, liderada pela fundadora e presidente do projeto social, Alcione Albanesi. O evento aconteceu nesta segunda-feira (6) no Palácio Tangará, em São Paulo, e a iniciativa arrecadou mais de R$ 8,5 milhões



Com o objetivo de arrecadar fundos para a instituição, que atua há 29 anos no sertão nordestino, nos estados de Alagoas, Ceará e Recife, nas frentes de saúde, água e moradia, trabalho, renda e educação, além de apoiar a força-tarefa realizada pela ONG para levar doações às vítimas das chuvas em Recife a cerimônia beneficente contou com nomes expoentes do setor produtivo.

De acordo Idealizador e CEO do grupo Marcos Koenigkan, que congrega empresas de armazenagem, Self Storage, aluguéis de utilitários, transportes, empresa de mudanças, artes e investimentos imobiliários e também  lidera o grupo Mercado & Opinião, que integra os  621 grandes empresários brasileiros entre eles diretores de companhias aéreas, donos de emissoras de televisão, relevantes segmentos industriais e siderúrgicos e varejistas membros deste importante deste grupo no Brasil.

Koenigkan enfatizou o papel e a responsabilidade social cumprida com critério e comprometimento pelo setor produtivo no país. "Geramos renda, empregos e, sobretudo cumprimos com transparência e seriedade a responsabilidade social do setor privado. A ONG AMIGOS DO BEM demonstrou seus valores e organização na apresentação do jantar desta noite. Em menos de oito minutos chegamos à cifra de mais de R$ 8,5 milhões arrecadados, que com certeza que a arrecadação chegará às comunidades nordestinas", comemorou o CEO do grupo Mercado & Opinião.



Estiveram presentes Luciano Huck, Bruna Lombardi, que foi mestre de cerimônias, Luiza Helena Trajano, Paulo Kakinoff, Chieko Aoki, Sonia Hess, Rubens Barrichello – que doou um macacão de corrida para ser leiloado em prol do evento – entre muitos outros. 

Confira na galeria abaixo.

Rubens Barrichello, Marcelo Carvalho e Luciano Huck.


Marcos Koenigkan e Tatiana , Lucilene Dutra( Grupo Tabocão) e Angela Ramalho (OR BANK).


Paulo Kakinoff (Presidente da Gol) , Luiza Trajano (Magalu), Luciano Huck e Bruna Lombardi em um debate incrível , mostrando a todos a importância dos empresários se envolverem em causas sociais .

Para conhecer e ajudar, acesse o site da ONG Amigos do Bem (linkar na publicação https://www.amigosdobem.org/)

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.